Avaliação de websites por pessoas com deficiência de aprendizagem.

Peter Edward Williams

Resumo


Introdução: O crescente corpo de literatura reconhece o valor da World Wide Web como uma ferramenta que pode ser utilizada para o auxílio de pessoas com deficiência o acesso a aprendizagem relevante e adequadamente escrita e apresentada informações.

Objetivo: Analisar as preferências do site de pessoas com dificuldades de aprendizagem, os métodos utilizados e as dificuldades metodológicas para induzir as preferências desse público.

Metodologia: As questões metodológicas inerentes foram o uso do sistema de classificação e a técnica de entrevista.

Resultados: Os participantes reconheceram que dois dos três locais são como um círculo de destaque, e eles enfatizaram a sua preferência para o uso de imagens, especialmente à medida que foram tomadas por eles. O grupo também contou com jovens com dificuldades de aprendizagem em si. Quanto posicionamento do menu, o arranjo horizontal foi em sua maioria preferido para a vertical, e a estrutura de menu circular invulgar de um dos locais foi muito apreciado.

Conclusões: Foram verificadas as preferências dos usuários com dificuldade de aprendizagem nos websites por meio do sistema de classificação. Houve dúvidas sobre a eficácia do sistema de classificação original empregado. Contudo, apenas uma quantidade mínima de informações pode ser provocada pela entrevista. E combinado com questionando foi possível extrair informações consideráveis de pessoas que possuem dificuldades para articular suas opiniões.


Palavras-chave


Usabilidade; Dificuldades de aprendizagem; Avaliação de websites; Deficientes de aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2014v19n3p55



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional