O conhecimento científico e a multimodalidade informacional

Luiz Carlos Flôres Assumpção, André Porto Ancona Lopez

Resumo


Introdução: No contexto científico, a informação só poderá ser considerada objetivo científico se forem dentro de normas e regras preestabelecidas, ou seja, com as informações registradas - teorias e resultados de pesquisas - o que pode ser colocado à prova, sendo refutada ou não.

Objetivo: Analisar a informação multimodal no contexto do conhecimento científico com a teoria dos três mundos de Popper.

Metodologia: E o ponto de partida é uma pesquisa bibliográfica. No primeiro momento, a definição do que é informação e informação como coisa. No segundo momento, vamos nos ater ao contexto da informação multimodal, passando o terceiro momento nas teorias de três mundos de Popper e em particular o terceiro mundo ou mundo 3.

Resultado: No terceiro momento as considerações em defesa da informação gravada para fazer parte da estrutura do contexto científico onde a informação é considerada como algo multimodal física e tangível para ser do mundo 1, e do mundo 3 de Popper.

Conclusão:Nesta análise pudemos inferir que a informação multimodal faz parte do contexto científico e é estruturada como uma coisa fazendo parte do terceiro mundo de Popper

 


Palavras-chave


Informação. Informação como coisa. Conhecimento. Ciência. Multimodalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p04



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional