Informação, sociedade e cidadania: práticas informacionais de Organizações Não-Governamentais (ONGs) brasileiras

Eliany Alvarenga de Araujo

Resumo


Análisa a relação Informação e Cidadania, a partir das práticas informacionais implementadas por Organizações Não-Governamentais (ONGs) brasileiras trabalham com a questão do gênero e dos direitos da mulher. As práticas informacionais caracterizam-se através das seguintes ações: recepção (como ação de seleção), geração (como atividade de reapropriação, no sentido de agregar valor à informação) e transferência de informação (como ação de socialização de informação). Destaca que a informação deve ser gerada, transferida e recebida através de um processo educacional coparticipativo, possibilitando com isso a formação de um sujeito social com capacidade de desenvolver consciência de si e do mundo e, a partir daí, seja capaz de implementar ações políticas em diferentes níveis, desenvolvendo assim, uma cidadania ativa, ou seja, lutando pela possibilidade de criação, transformação e controle sobre o poder ou poderes.

Palavras-chave


Informação e Cidadania; Informação e Sociedade; ONGs e Informação; Socialização da Informação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2001v6n1p31

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional