Arquivos pessoais, acesso e memória: questões em pauta

José Francisco Guelfi Campos

Resumo


Introdução: A questão do acesso, objetivo e propósito dos repositórios, está na ordem do dia entre profissionais e estudiosos da Arquivologia no Brasil e no exterior, que a consideram sob prismas variados.

Objetivo: Discutir o problema de maneira articulada à realidade específica dos arquivos pessoais e do conceito de memória.

Metodologia: A questão é abordada à luz das iniciativas de preservação da memória da docência e da pesquisa científica desenvolvidas na Universidade de São Paulo.

Resultados: Os sentidos da produção e da acumulação de documentos nos arquivos de professores universitários são analisados, bem como a ambiguidade de seu caráter público e privado.

Conclusões: Reforça-se a importância das funções arquivísticas e dos problemas de jurisdição na formulação de políticas específicas voltadas para a difusão de documentos de arquivo.


Palavras-chave


Acesso; Arquivos pessoais; Memória; Políticaarquivística.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2013v18n2p150



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional