A escrita de si como prática de mediação cultural: registros de memória e identidade nas redes sociais do Quinteto da Paraíba

Ana Claudia Medeiros de Sousa, Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira

Resumo


Introdução: Trata-se de um fragmento da pesquisa que teve como objeto de estudo os itens documentais advindos da produção musical do Quinteto da Paraíba. Objetivo: Esta pesquisa teve como objetivo analisar como a escrita de si favorece a mediação cultural dos aspectos identitários e memorialísticos representativos do Quinteto da Paraíba a partir dos vestígios disponíveis nos dispositivos de comunicação da web social. Metodologia: Se configura como pesquisa documental de natureza qualitativa e está fundamentada nos aspectos conceituais da Escrita de si, da Mediação cultural, da Memória e da Identidade, uma vez que entende-se nesta pesquisa a escrita de si como prática seletiva da produção de si e dos objetos materiais que constituem a memória de seu produtor. Resultados: Nos dados levantados foram analisadas informações das práticas musicais do Quinteto da Paraíba divulgadas no site do Grupo e nas suas redes sociais, como Facebook e Instagram. Conclusões: Conclui-se que as redes sociais do Quinteto da Paraíba se configuram como dispositivos que registram práticas de escrita de si na contemporaneidade e de mediação cultural do Grupo ao apresentar seus traços memorialísticos e identitários. Tais dispositivos transparecem a produção musical do Quinteto da Paraíba em tempo real, aumentam as possibilidades de divulgação da agenda de concertos, registram fatos significativos para constituição da memória do Grupo, portanto, sua autoimagem, a qual está alinhada aos traços identitários do Nordeste brasileiro.


Palavras-chave


Escrita de si. Mediação cultural. Dispositivos de comunicação. Memória e Identidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2020v9n2p20

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br

 


 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.