Mediação da informação no campo da moda

João Arlindo Santos Neto, Juliana Cardoso dos Santos

Resumo


Introdução: Mediação da informação e de fontes de informação na moda constituem o interesse deste artigo.
Objetivos: Discute e apresenta possibilidades de mediação da informação e de mediação de fontes de informação na Moda realizadas pelo profissional da informação, em especial, o bibliotecário universitário.
Metodologia: Apresenta uma pesquisa qualitativa de caráter descritivo-exploratório, a partir de uma revisão bibliográfica.
Resultados: Tanto a mediação da informação quanto a de fontes de informação na Moda constituem-se como elementos fundamentais ao bibliotecário universitário que atua em instituição de ensino superior que disponibilize o curso de Design de Moda. As modatecas, tecidotecas e tecitecas constituem novos campos de atuação para o bibliotecário universitário.
Conclusões: Considera que quando a informação especializada é mediada de acordo com o interesse e necessidade dos usuários – estudantes, docentes e pesquisadores – de Moda, possivelmente eles poderão se apropriar dela e construir conhecimento neste campo, bem como prospectar e criar coleções e objetos têxteis. Conclui que o campo informacional em Moda é complexo e diversificado e, portanto, requer a mediação de um profissional da informação.


Palavras-chave


Mediation of Information; Mediation of sources of information; Fashion Information; University Librarian

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. A. Mediações da cultura e da informação: perspectivas sociais, políticas e epistemológicas. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, v. 1, n. 1, p. 1-23, 2008. Disponível em: http://ojs.lat/tpbci/index.php/tpbci/article/view/13. Acesso em: 18 set. 2018.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Mediação da informação e múltiplas linguagens. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, v. 2, n. 1, p. 89 -103, jan./ dez. 2009. Disponível em: http://ojs.lat/tpbci/index.php/tpbci/article/view/37. Acesso em: 15 ago. 2018.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Mediação da informação: um conceito atualizado. In: BORTOLIN, S.; SANTOS NETO, J. A.; SILVA, R. J. (Org.). Mediação oral da informação e da leitura. Londrina: Abecin, 2015, p. 9-32.

ANDRADE, M. E. A. A informação e o campo das micro e pequenas indústrias da moda em Minas Gerais: a entrada no campo da indústria da moda. Perspectiva Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 7, n. 1, p. 39-48, jan./jun. 2002. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/412/225. Acesso em: 24 abr. 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INDÚSTRIA TÊXTIL E DE CONFECÇÃO - ABIT. O poder da moda: cenários, desafios e perspectivas. Agenda de competitividade da indústria têxtil e de confecção brasileira 2015 a 2018. 2018. Disponível em: http://www.abit.org.br/conteudo/links/Poder_moda-cartilhabx.pdf. Acesso em: 18 set. 2018.

CHRISTOFFEL, M.; PULKOWSKI, S.; LOCKEMANN, P. C. Integration and mediation of information sources in an open market environment. Scientometrics (Print), 2000. Disponível em: https://bit.ly/3zmrAMS. Acesso em: 20 jan. 2018.

COBRA, M. H. N. Marketing e moda. São Paulo: Editora SENAC, 2007.

CRISTALDI, L. R. B. O consumo de informações sobre moda pelo gênero feminino da nova classe média brasileira. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO SUDESTE, 18., 2013, Bauru/SP. Anais eletrônicos... Bauru: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM), 2013. Disponível em: http://www.portalintercom.org.br/anais/sudeste2013/resumos/R38-1034-1.pdf. Acesso em: 18 set. 2018.

CRONIN, B. Esquemas conceituais e estratégicos para a gerência da informação. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 19, n. 2, p.195-220, set. 1990. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/article/view/0000001446/02be303c27c434d08dec70b8997d6391/. Acesso em: 24 abr. 2018.

DAVENPORT, T.; PRUSAK, L. Ecologia da informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998.

DIAS, M. M. K. et al. Capacitação do bibliotecário como mediador do aprendizado no uso de fontes de informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 2, n. 2, p. 1-16, dez. 2004. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/2070/2200. Acesso em: 22 jan. 2018.

FARIAS, G. B.; FARIAS, M. G. G. Mediação na Ciência da Informação: uma análise bibliométrica na coleção Benancib. RICI: Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Brasília/DF, v. 10, n. 2, p. 332-349, jul./dez. 2017. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/25215/18635. Acesso em: 27 dez. 2017.

FIALHO, J. F.; NUNES, M. S. C.; CARVALHO, T. de. A mediação da informação nos grupos de pesquisa e no GT3 dos ENANCIB: espaços de comunicação científica em Ciência da Informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 23, n. 2, p. 252-276, maio/ago. 2017, Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/66952/40828. Acesso em: 17 dez. 2017.

FINARDI, C.; SILVA, E. L.; RADOS, G. J. V. O fluxo da produção e da informação no Design de Moda: uma análise aplicada em pequenas empresas de confecção da grande Florianópolis – Santa Catarina. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 6, n. 2, p. 204-217, jul./dez. 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/article/download/48899. Acesso em: 18 set. 2018.

FUENTES, B. et al. A inserção da tecidoteca nas mídias sociais. In: FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM, 12., 2014, Maringá. Anais… Maringá: UEM, 2014. (CD-R)

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, H. F. A dimensão dialógica, estética, formativa e ética da mediação da informação. Informação & Informação, Londrina, v. 19, n. 2, p. 46-59, maio/ago. 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19994/19090. Acesso em: 22 jan. 2018.

LIPOVETSKY, G. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

MERCADANTE, L. Novas formas de mediação da informação. TransInformação, Campinas, v. 7, n. 1/2/3, jan./dez. 1995. Disponível em: http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/1635/1606. Acesso em: 20 fev. 2018.

NOROGRANDO, R.; MOTA, J. A. Museus de Moda na web: acesso e informações de catálogos de acervo patrimonial. ModaPalavra e-Periódico, Florianópolis, v. 8, n. 15, p. 121-152, jan./jul. 2015. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2018.

NOVELLI, V. A. M.; HOFFMANN, W. A. M.; GRACIOSO, L. S. Ferramentas para mediação de fontes de informação: avaliação sobre seus usos em bibliotecas universitárias nacionais e internacionais. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 19, n. 3, p. 30-51, jul./set. 2014. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/4877/4601. Acesso em: 20 jan. 2018.

OLIVEIRA, M. M. de. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

PAIVA, M. R.; FORTUNATO; F. S.; GIANNASI-KAIMEN, M. J. In: SEMINÁRIO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – SECIN, 4., 2011, Londrina. Anais eletrônicos... Londrina: UEL, 2011. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/cinf/index.php/secin2011/secin2011/paper/viewFile/75/27. Acesso em: 17 ago. 2018.

PERROTTI, E.; PIERUCCINI, I. A mediação cultural como categoria autônoma. Informação & Informação, Londrina, v. 19, n. 2, p. 01-22, maio/ago. 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19992/17341. Acesso em: 22 jan. 2018.

ROKICKI, C. C. Modateca: espaço de pesquisa e memória com proposta de itinerância e desenvolvimento acadêmico. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013, Florianópolis. Anais Eletrônicos... Florianópolis: Febab, 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 ago. 2018.

SANTOS, B. R. B.; SILVA, L. M.; ZATTAR, M. YouTube como fonte de informação para o mercado de moda e beleza. Biblionline, João Pessoa, v. 12, n. 1, p. 86-95, 2016. Disponível em: https://portal.febab.org.br/anais/article/view/1587/1588. Acesso em: 18 set. 2018.

SANTOS, J. C.; VALENTIM, M. L. P. Gestão da informação em ambientes organizacionais: em foco o setor têxtil e de vestuário. Informação@Profissões, Londrina, v. 4, n. 1, p. 56-81, jan./jun. 2015. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/index.php/biblio/article/view/28170/15438. Acesso em: 15 ago. 2018.

SANTOS NETO, J. A.; ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Bibliotecas universitárias das instituições estaduais de ensino superior paranaenses e a mediação da informação no Facebook. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 15, n. 2, p. 442- 468, abr. 2017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8648210. Acesso em: 18 set. 2018.

SANTOS NETO, J. A.; ALMEIDA JÚNIOR, O. F. A mediação da informação e seu estado da arte: uma análise bibliométrica e teórico-conceitual na literatura nacional e internacional. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v. 13, n. 1, p. 32-43, jan./jun. 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pbcib/article/view/39923/20358. Acesso em: 12 jul. 2018.

SANT’ANNA, M. R. Uma delícia de livro, um universo infinito de informação. ModaPalavra E-periódico, Florianópolis, v. 4, n. 7, p. 126-130, jan./jun. 2011. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/7916/5454. Acesso em: 18 set. 2018.

SILVA, J. L. C. Percepções conceituais sobre mediação da informação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 6, n. 1, p. 93-108, mar./ago. 2015. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/89731/96288. Acesso em: 22 JAN. 2018.

SOUZA, M. M.; RIFFEL, R.; SILVA, T. A. T. da. Modateca UNIVALI: uma experiência de catalogação. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 26., 2015, São Paulo. Anais eletrônicos... São Paulo: Febab, 2015. Disponível em: http://sisconev.com.br/Uploads/CBBD15/Trab00000223220150425_000000.pdf. Acesso em: 17 ago. 2018.

TREVISOL NETO, O.; CAFÉ, L. M. A.; SILVA, E. L. As instituições, produtores e produtos científicos do campo da moda no brasil. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 22, n. 2, p. 152-169, abr./jun. 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/article/download/52946. Acesso em: 19 Set. 2018.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução a pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação: o positivismo, a fenomenologia, o marxismo. São Paulo: Atlas, 1987.

VASQUES, R. S. et al. Tecidoteca: o acervo de bandeiras têxteis da Universidade Estadual de Maringá (UEM). ModaPalavra E-periódico, Florianópolis, v. 6, n. 11, p. 107-116, jan./jun. 2013. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/6511/4505. Acesso em: 18 set. 2018.

VOLPATO, G. L. Ciência: da filosofia à publicação. 4. ed. Botucatu: Tipomic, 2004. WEIDLICH, M. T. M. A informação de moda da Revista Vogue na rede social Instagram: um estudo sobre novos modelos de produção e difusão de conteúdos de moda sob o viés da convergência midiática e da cultura participativa. 2014. 197 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/4577#preview-link0. Acesso em: 18 set. 2018




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2018v7n2p95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br



Esta obra está licenciada com uma licença Attribution 4.0 International (CC BY 4.0)