Ação discursiva do bibliotecário escolar; Acción discursiva la bibliotecaria de la escuela

Simone Alves da Silva, Clóvis Ricardo Montenegro de Lima

Resumo


Introdução: O presente estudo tece algumas considerações sobre a biblioteca e a prática profissional do bibliotecário escolar. Com base nisso, apresenta reflexões acerca do seu agir no processo de ensino-aprendizagem em uma perspectiva comunicativo-discursiva.
Objetivo: Refletir a prática do bibliotecário escolar à luz das Teorias do Agir Comunicativo e do Discurso de Jürgen Habermas.
Metodologia: Estudo bibliográfico das obras de Jürgen Habermas e revisão de literatura que centra-se na prática do bibliotecário escolar.
Resultados: Devido a emergência de uma racionalidade comunicativa e pedagógica na prática do bibliotecário escolar, as teorias de Jürgen Habermas se constituem em um importante referencial teórico, pois podem promover o desenvolvimento de estruturas cognitivas e sócio-afetivas individuais, ética e política, bem como a criação de solidariedade e a formação de identidades sociais permitindo que a comunidade escolar ascenda a novos patamares de integração social.
Conclusões: Aponta para a necessidade de o bibliotecário refletir a sua prática no ambiente educacional, tendo em vista que este profissional geralmente é visto como guardião de livros, ordenador e detalhista técnico. Indica a importância de se desenvolver novos estudos sobre essa temática que envolva outros elementos de análise permitindo assim avaliações mais detalhadas.


Palavras-chave


Bibliotecário escolar; Habermas; Agir comunicativo; Discurso

Texto completo:

PDF

Referências


ARAGÃO, Lucia Maria de Carvalho. Razão comunicativa e teoria social crítica em Jürgen Habermas. 3. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2006.

BANNELL, Ralph Ings. Habermas & a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

BORBA, Maria do Socorro Azevedo. Bibliotecário educador: reflexão-ação-reflexão. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 24., 2011, Maceió. Anais... Maceio, 2011. Disponível em: http://febab.org.br/congressos/index.php/cbbd/xxiv/paper/view/58. Acesso em: 27 set. 2012.

BOUFLEUR, José Pedro. Pedagogia da ação comunicativa: uma leitura de Habermas. 3. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2001.

BRAGA, Fabiana Marini. Comunidades de aprendizagem: desenvolvendo uma educação democrática e dialógica com os familiares e o entorno escolar. In: REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 33., 2010, Caxambu. Anais... Caxambu, 2010. Disponível em: http://www.anped.org.br/33encontro/app/webroot/files/file/Trabalhos%20em%20PDF/GT 06-6507--Res.pdf. Acesso em: 27 set. 2012.

CALDIN, Clarice Fortkamp. Reflexões acerca do papel do bibliotecário de biblioteca escolar. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 10, n. 2, 2005. Disponível em: http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/431. Acesso em: 19 jun. 2011.

CAMPELLO, Bernardete Santos et al. Situação das bibliotecas escolares no Brasil: o que sabemos? Biblioteca Escolar em Revista, Ribeirão Preto, v. 1, n. 1, p. 1-9, 2012. Disponível em: http://revistas.ffclrp.usp.br/BEREV/article/view/101. Acesso em: 14 out. 2012.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini et al. Bibliotecário escolar: um educador? Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 7, n. 1, 2002. Disponível em: http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/379/459. Acesso em: 22 set. 2012.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. A information literacy e o papel educacional das bibliotecas. 2001. 187 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação e Documentação) - Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27143/tde30112004-151029/pt-br.php. Acesso em: 21 ago. 2009.

FURTADO, Cassia. A biblioteca escolar brasileira no sistema educacional da sociedade da informação. Biblioteca Escolar em Revista, Ribeirão Preto, v. 1, n. 1, p. 1-9, 2012. Disponível em: http://gebe.eci.ufmg.br/downloads/317.pdf. Acesso em: 12 mar. 2012.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida. Habermas, informação e argumentação. In: PINZANI, Alessandro; LIMA, Clóvis; DUTRA, Delamar (Coord.). O pensamento vivo de Habermas: uma visão interdisciplinar. Florianópolis: NEFIPO, 2009. p. 115-138.

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HABERMAS, Jürgen. Fundamentação lingüística da sociologia: obras escolhidas de Jürgen Habermas. Lisboa: Ed. 70, 2010.

HABERMAS, Jürgen. Racionalidade e comunicação. Lisboa: Ed. 70, 1996.

HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012. 2. v.

HABERMAS, Jürgen. Verdade e justificação: ensaios filosóficos. São Paulo: Loyola, 2004.

HERMANN, Nadja. Conferência 2: aprendizagem e interpretação. Rio de Janeiro: IBICT, 2012.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS/ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA. Diretrizes IFLA/UNESCO para a biblioteca escolar. São Paulo: IFLA, 2005. Disponível em: http://www.ifla.org/files/assets/school-librariesresource-centers/publications/school-library-guidelines/school-library-guidelines-pt.pdf. Acesso em: 18 jan. 2013.

KUHLTHAU, Carol Collier. O papel da biblioteca escolar no processo de aprendizagem. In: VIANNA, Márcia Milton; CAMPELLO, Bernadete; MOURA, Victor Hugo Vieira. Biblioteca escolar: espaço de ação pedagógica. Belo Horizonte: EB/UFMG, 1999. p. 9- 14.

MILANESI, Luis. Biblioteca. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

MORIGI, Valdir José; BONOTTO, Martha E. K. Kling. A narrativa musical, memória e fonte de informação afetiva. Em Questão, Porto Alegre, v. 10, n. 1, p. 143-161, jan./jun. 2004. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/88. Acesso em: 5 nov. 2012.

MORO, Eliane L. da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil. O encaminhamento da leitura e a magia da biblioteca escolar. Educação em Revista, Porto Alegre, v. 7, n. 40, out. 2003.

MORO, Eliane L. da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil. Bibliotecas escolares: uma trajetória de luta, paixão e de construção da cidadania. In: MORO, Eliane Lourdes da Silva et al. (Org.). Biblioteca escolar: presente! Porto Alegre: Evangraf, 2011.

PINZANI, Alessandro. Habermas. Porto Alegre: Artmed, 2009.

PRESTES, Nadja Hermann. Educação e racionalidade: conexões e possibilidades de uma razão comunicativa na escola. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996.

SIEBENEICHLER, Flávio Beno. Jürgen Habermas: razão comunicativa e emancipação. 4. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. Leitura na escola e na biblioteca. 4. ed. Campinas: Papirus, 1993.

SILVA, Waldeck Carneiro da. Miséria da biblioteca escolar. São Paulo: Cortez, 1995.

VÁLIO, Else Benetti Marques. Biblioteca escolar: uma visão histórica. Trans-InFormação, Campinas, v. 2, n. 1, 1990. Disponível em: http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/1670. Acesso em: 2 set. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2013v2n2p134

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br



Esta obra está licenciada com uma licença Attribution 4.0 International (CC BY 4.0)