Fotografia e Ensino de História: A exposição “Visualidades e conhecimento histórico- imagens narrando história e práticas culturais”

Jairo Carvalho do Nascimento

Resumo


Resumo: O objetivo deste artigo é o de discutir o uso e as potencialidades didáticas da fotografia no ensino, a partir de uma experiência de realização de uma exposição fotográfica no curso de História da UNEB/Campus VI, na disciplina de Laboratório de Ensino de História II. A fotografia é uma linguagem extremamente acessível, hoje em dia, em função do avanço tecnológico proporcionado pela internet, pelas câmaras digitais e smartphones: a internet, por alocar sites que servem de acervo para coletar fotos históricas; e as câmaras digitais e smartphones, pela praticidade em fotografar e gerenciar, digitalmente, as imagens. A fotografia é um tipo de documento que deve ser amplamente utilizado pelo professor de História na educação básica. E no ensino superior, os cursos de História devem ter em sua matriz curricular disciplinas que orientem, teórica e metodologicamente, o discente a saber lidar com esse tipo de fonte. Este artigo apresentará os passos da preparação da exposição, a metodologia utilizada na sua organização e a sua execução, e o seu resultado na formação da prática docente, na formação do professor.

 


Palavras-chave


Fotografia e ensino; Exposição fotográfica; Relato de experiência

Texto completo:

PDF

Referências


BARCA, Isabel. A educação histórica numa sociedade aberta. Currículo sem Fronteiras, [s. l.], v. 7, n. 1, p. 5-9, jan./jun. 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: história. Brasília: MEC: SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/pcn_5a8_historia.pdf. Acesso em: 6 ago. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio: orientações educacionais complementares aos parâmetros curriculares nacionais: ciências humanas e suas tecnologias. Brasília: MEC: [2017]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasHumanas.pdf. Acesso em: 6 ago. 2017.

BRASILIANA FOTOGRÁFICA DIGITAL. Rio de Janeiro: BN, [2017]. Disponível em: http://brasilianafotografica.bn.br/brasiliana/. Acesso em: 6 ago. 2017.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2004.

BURKE, Peter. O testemunho das imagens. In: BURKE, Peter. Testemunha ocular: história e imagem. Bauru: EDUSC, 2004. p. 11-24.

CARVALHO, Vânia Carneiro de; LIMA, Solange Ferraz de. Fotografias: usos sociais e historiográficos. In: DE LUCA, Tania Regina; PINSKY, Carla B. O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2009. p. 29-60.

CAIMI, Flávia. O que precisa saber um professor de História. História & Ensino, Londrina, v. 21, n. 2, p. 105-124, jul./dez. 2015.

GASKELL, Ivan. História das imagens. In: BURKE, Peter (org.). A escrita da história: novas perspectivas. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Editora da Unesp, 1992. p. 237-271.

GERMINARI, Geyso D. Educação histórica: a constituição de um campo de pesquisa. Revista HISTEDBR On-Line, Campinas, n. 42, p. 54-70, jun. 2001.

LOPES, Marcos Felipe de B; MAUAD, Ana Maria. História e fotografia. In:

CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo. Novos domínios da história. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. p. 263-281.

MAUAD, Ana Maria. Através da imagem: fotografia e história interfaces. Tempo, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 73-98, 1996.

MANGUEL, Alberto. O espectador comum: a imagem como narrativa. In: MANGUEL, Alberto. Lendo imagens. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. p. 15-33.

MENEZES, Ulpiano T. B. de. Fontes visuais, cultura visual, História visual: balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 23, n. 45, p. 11-36, 2003.

MENEZES, Ulpiano T. B. de. História e imagem: iconografia/iconologia e além. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo. Novos domínios da história. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. p. 243-262.

RUBIN, Nami. Sebastião Salgado: os bastidores das imagens. O Globo, Rio de Janeiro, 8 mar. 2014. Segundo Caderno, p. 8.

RÜSEN, Jörn. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W. A. Editores, 2012.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Cognição histórica situada: que aprendizagem histórica é essa?. In: BARCA, Isabel; SCHMIDT, Maria Auxiliadora (org.). Aprender história: perspectivas da educação histórica. Ijuí: Ed. Unijuí, 2009. p. 21-51.

SORLIN, Pierre. Indispensáveis e enganosas, as imagens, testemunhas da história. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 7, n. 13, 1994, p. 81-95.

UNEB – UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Departamento de Ciências Humanas. Colegiado do Curso de história. Projeto pedagógico. Caetité: UNEB, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2021v27n1p285

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br