Currículo, temas e abordagens: a form(a)ção do professor de História no Brasil

Maria Andréa Angelotti, Luiz Carlos do Carmo

Resumo


A formação docente tem sido alvo de constantes políticas, debates acadêmicos, investimentos, interferências e compreensões de mundo e de educação que se refletem na maneira como as sociedades entendem sua própria formação, a cidadania e até mesmo sua própria História. Algumas questões acerca do papel social da História e do historiador e de sua atuação na sociedade acabaram por pautar, no Brasil, o perfil desse profissional e sua formação. Situamos, neste texto, algumas problemáticas que cercam a formação do professor de História a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para a área de História e observamos como essa e outras normativas são perspectivadas nos currículos de formação do professor e dialogam com os conteúdos eleitos para o ensino de História. Por fim, problematizamos a formação, a atuação docente, os conteúdos e as abordagens na diversidade da sala de aula.


Palavras-chave


Formação docente; Currículo; Ensino de história

Texto completo:

PDF

Referências


ANGELOTTI, Maria Andréa; CARMO, Luiz. A formação do professor de História: perspectivas, políticas e currículo. In: DIAS, Karina de Araújo. Formação docente em perspectiva: políticas, proposições e práticas. Curitiba: Editora Bagai, 2021. P. 279-293.

BITTENCOURT, Circe M. F. O ofício do historiador. In: ENCONTRO REGIONAL DA ANPUH/RN, 1., 2004, Natal, RN. Anais [...]. Natal: EDUFRN, 2006. p. 16-25.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes curriculares nacionais dos cursos de história. Brasília: MEC, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores da educação básica. Brasília: MEC, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP nº 2, de 20 de dezembro de 2019. Brasília: MEC/CNE, 2019. PDF - 135951-rcp002-19.

CARMO, Luiz Carlos do. Salve o rosário, o rosário salve: sentidos e modos de viver das populações negras no Brasil Central. 2005. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, 2005.

CIAMPI, Helenice. O presente do passado na formação do professor de História. Revista Territórios e Fronteiras, Cuiabá, MT, v. 8, n. 1, p. 113-130, jan./jun. 2015.

ESCUDERO, Juan M.; TRILLO, Felipe. O desenvolvimento profissional dos professores. Crise do currículo, das práticas, dos efeitos da formação docente? In: FLORES, Maria Assunção; MOREIRA, Maria Alfredo;

OLIVEIRA, Lia Raquel. Desafios curriculares e pedagógicos na formação de professores. 2. ed. Ramada, Portugal: Edições Pedago; Santo Tirso, Portugal: De Facto Editores, 2017. p. 73-84.

HELLER, Agnes. O cotidiano e a História. São Paulo: Paz e Terra, 1993.

HUYSSEN, Andreas. Seduzidos pela memória. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

IBGE -Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1º de julho de 2020. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil Acesso em 26 de junho de 2021.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas, SP: Editora Unicamp, 2003.

LOUZANO, Paula. Fracasso escolar: evolução das oportunidades educacionais de estudantes de diferentes grupos raciais. Cadernos Cenpec, São Paulo, SP, v. 3, n. 1, p. 111-133, jun. 2013.

MESQUITA, lka Miglio de; FONSECA, Selva Guimarães. Formação de professores de História: experiências, olhares e possibilidades. História Unisinos, São Leopoldo, RS, v. 10, n. 3, p. 333-343, set./dez. 2006.

PANSINI, Flávia; NENEVÉ, Miguel. Educação multicultural e formação docente. Currículo sem Fronteiras, Porto Alegre, RS, v. 8, n. 1, p. 31-48, jan./jun. 2008.

PARASKEVA, João M. “Bruti, Sporchi & Cativi”: rumo a um currículo não-abissal. In: FLORES, Maria Assunção; MOREIRA, Maria Alfredo; OLIVEIRA, Lia Raquel. Desafios curriculares e pedagógicos na formação de professores. 2. ed. Ramada, Portugal: Edições Pedago; Santo Tirso, Portugal: De Facto Editores, 2017. p. 19-50.

PAULA, Maria Helena de. Cantigas das congadas de Catalão: aspectos linguísticos e identidade cultural.2000. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, 2000.

RIBEIRO, Deolinda. Formação profissional de professores: desafios da contemporaneidade. In: FLORES, Maria Assunção; MOREIRA, Maria Alfredo; OLIVEIRA, Lia Raquel. Desafios curriculares e pedagógicos na formação de professores. 2. ed. Ramada, Portugal: Edições Pedago; Santo Tirso, Portugal: De Facto Editores, 2017. p. 85-96.

RÜSEN, Jörn. Razão histórica: teoria da história: os fundamentos da ciência histórica. Tradução de Estevão de Rezende Martins. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In.: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (Orgs.). São Paulo: Cortez, 2010, p. 31-83.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, RJ, v. 13, n. 5, p. 5-24, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2021v27n1p53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br