De boas intenções o inferno está cheio: as metodologias de ensino nos livros didáticos de História

Olavo Pereira Soares, Juliana Renata Miguel Monteiro

Resumo


O artigo faz uma análise das metodologias de ensino utilizadas nos livros didáticos de história produzidos para as séries iniciais do ensino fundamental. Tem-se por metodologia de ensino o conjunto ações didáticas que orientam professores e alunos para as aprendizagens pretendidas. A teoria da atividade foi o referencial teórico utilizado na análise do material, que considerou principalmente as seguintes categorias: necessidades, motivos, ações e operações. Os livros didáticos utilizados na análise foram selecionados a partir dos seguintes critérios: aprovação no PNLD; inserção de capítulos que abordem a temática da história e cultura afrodescendente; intencionalidades explicitadas sobre os processos de leitura e letramento.

Palavras-chave


Livro didático; Metodologias de ensino; Ensino de história; Teoria da atividade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Alexandre; BORELLA, Regina Nogueira; CARVALHAES, Leylah; OLIVEIRA, Leticia Fagundes. Ligados.com: história - 4° ano. São Paulo: Saraiva, 2016.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Livros e materiais didáticos de história. In: BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2011. p. 293-324.

CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set./dez. 2004.

CHOPPIN, Alain. O historiador e o livro escolar. História da Educação, Pelotas, v. 6, n. 11, p. 5-24, jan./jun. 2002.

DAVÍDOV, Vasily Vasilyevich. La enseñanza escolar y el desarrollo psíquico: investigación teórica y experimental. Moscú: Editorial Progreso, 1988.

DAVÍDOV, Vasily Vasilyevich. Tipos de generalización en la enseñanza. Habana: Editorial Pueblo y Educación, 1978.

FARICELLI, Marilu de Freitas. Conteúdo pedagógico da história como disciplina escolar: exercícios propostos por livros didáticos de 5° a 8° série. 2005. 154 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2005.

FILGUEIRAS, Juliana Miranda. Os processos de avaliação de livros didáticos no Brasil (1938-1984). 2011. 252 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2011.

FUNARI, Raquel dos Santos; LUNGOV, Mônica. Aprender juntos: história - 4° ano. São Paulo: Edições SM, 2013.

HUMBERG, Flávia Maria Panetta Ricca; NEVES, Ana Maria Bergamin. Coleção brasiliana: história 5º ano. São Paulo: IBEP, 2014.

LEONTIEV, Alexis. Actividad, conciencia y personalidad. Buenos Aires: Ediciones Ciencias del hombre, 1978.

LEONTIEV, Alexis. O desenvolvimento do psiquismo. São Paulo: Ed. Moraes, [19--].

LEONTIEV, Alexis. Uma contribuição à teoria do desenvolvimento da psique infantil. In:

VIGOTSKY, Liev Semionovitch; LURIA, A. N.; LEONTIEV, Alexis. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 2001. p. 59-83.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo, 2007.

OLIVEIRA, Margarida Maria Dias. O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e a construção do saber histórico escolar. In: GALZERANI, Maria Carolina; BUENO, João Batista Gonçalves; PINTO JUNIOR, Arnaldo (org.). Paisagens da pesquisa contemporânea sobre o livro didático de história. Jundiaí: Paco Editorial; Campinas: Centro de Memória-Unicamp, 2013. p. 357-372.

SOARES, Olavo Pereira. A atividade de ensino de história: processo de formação de professores e alunos. Araraquara: Junqueira & Marin, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p71

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br