As concepções de professores do ensino fundamental II sobre a idade média: uma análise sob a ótica da educação histórica

Max Lanio Martins Pina, Janaína Bernardes Silva

Resumo


As reflexões contidas neste artigo referem-se a uma investigação realizada com professores que atuam nos anos finais do Ensino Fundamental com a disciplina de História, cujo objetivo é analisar e compreender suas concepções em relação ao conceito de Idade Média que é ministrado nessa fase da educação básica. Além das percepções, busca-se o entendimento da relevância desse conteúdo, assim como a forma que ele é abordado, quais recursos ou linguagens são utilizados didaticamente para realizar o seu ensino em sala de aula. Por fim, buscou-se investigar se os docentes acreditam na capacidade de compreensão dos estudantes em relação à temática medieval. Para realização da pesquisa contou-se com o auxílio dos conceitos e do método utilizado na Educação Histórica, que consiste na aplicação de um instrumental de cognição situado em história, com a finalidade de se obter as narrativas dos professores para em seguida classificá-las em categorias visando sua compreensão. Neste sentido, foi aplicado um questionário contendo 5 questões, as quais foram respondidas por 13 professores vinculados a rede pública municipal de Porangatu, Goiás. A investigação se respaldou nos seguintes pesquisadores: Barca (2000 a 2012), Germinari (2011), Castex (2008), Cainelli (2008 e 2012), Saddi (2011), Rüsen (2001 e 2007) e Silva (2011 e 2012), os quais são expoentes da linha de investigação da Educação Histórica na Europa e no Brasil.

 

Palavras-chave: Concepções de Professores. Idade Média. Ideias Históricas. Educação Histórica.


Palavras-chave


Concepções de Professores; Idade Média; Ideias Históricas; Educação Histórica

Texto completo:

PDF

Referências


BARCA, Isabel. A educação histórica numa sociedade aberta. Currículo sem Fronteiras, v.7, n.1, p. 5-9, jan./jun., 2007a. BARCA, Isabel. Concepções de adolescentes sobre múltiplas explicações em História. In: JORNADAS INTERNACIONAIS DE EDUCAÇÃO HISTÓRICA, 1., 2000, Braga. Actas... Braga: Instituto de Educação e Psicologia, Universidade do Minho, Portugal, 2000a. p. 29-36.

BARCA, Isabel. Educação Histórica: uma nova área de investigação. Revista da Faculdade de Letras, Porto, III Série, v. 2, p. 13-2, 2011. BARCA, Isabel. Ideias chaves para a Educação Histórica: uma busca de (inter)identidades. História Regional, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 37-51, jan./jun. 2012.

BARCA, Isabel. Literacia e consciência histórica. Educar em Revista, Curitiba, n. esp., p. 93-112, 2006. BARCA, Isabel. Marcos de consciência histórica de jovens portugueses. Currículo Sem Fronteiras, v.7, n.1, p.115-126, jan./jun., 2007b.

BARCA, Isabel. O pensamento histórico dos jovens: ideias dos adolescentes acerca da provisoriedade da explicação histórica. Braga: Lusografe, 2000b.

BARCA, Isabel. Os jovens portugueses: ideias em História. Perspectiva, Florianópolis, v. 22, n. 2, p. 381-403, jul./dez. 2004.

BARCA, Isabel; GAGO, Marília. Aprender a pensar em história: um estudo com alunos do 6º ano de escolaridade. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 1, p. 239-261, 2001.

BLOCH, Marc. Apologia da história ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

CAINELLI, Marlene Rosa. A construção do pensamento histórico em aulas de História no Ensino Fundamental. Tempos Históricos, Cascavel, v. 12, 1º sem., p. 97-109, 2008.

CAINELLI, Marlene Rosa. A escrita da história e os conteúdos ensinados na disciplina de História no Ensino Fundamental. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 26, n. 51, p. 163-184, jan./jun. 2012.

CAINELLI, Marlene Rosa; SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Desafios teóricos e epistemológicos na pesquisa em educação histórica. Antíteses, Londrina, v. 5, n. 10, p. 509-518, jul./dez. 2012.

CAINELLI, Marlene Rosa; TUMA, Magda Madalena P. História e memória na construção do pensamento histórico: uma investigação em educação histórica. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 34, p. 211-222, jun., 2009.

CASTEX, Lilian Costa. O conceito substantivo Ditadura Militar Brasileira (1964- 1984) na perspectiva de jovens brasileiros: um estudo de caso em escolas de Curitiba – PR. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2008.

GERMINARI, Geyso D. Educação Histórica: a constituição de um campo de pesquisa. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, v. 11, n.42, p. 54-70, jun./2011.

MORAES, Rodrigo. O plágio na pesquisa acadêmica: a proliferação da desonestidade intelectual. Diálogos Possíveis, Salvador, v. 3, n. 1, p. 91-109, jan./jun, 2004.

PINA, Max Lanio Martins. A educação histórica como linha de investigação inovadora para o ensino de história. Revista Eletrônica História em Reflexão, Dourados, v. 10, n. 19, p. 152-168, jan/jun., 2016a.

PINA, Max Lanio Martins. “Como treinar o seu dragão”: a cultura histórica em torno da Idade Média e a polêmica gerada pela BNCC. In: BUENO, André; ESTACHESKI, Dulceli; CREMA, Everton (Org.). Para um novo amanhã: visões sobre aprendizagem histórica. Rio de Janeiro, União da Vitória: Edição LAPHIS, Sobre Ontens, 2016b.

RÜSEN, Jörn. Conceitos históricos. In: RÜSEN, Jörn. Reconstrução do passado: teoria da História II – os princípios da pesquisa histórica. Brasília: Editora da UnB, 2007. p. 91-100.

RÜSEN, Jörn. Razão histórica - Teoria da História: fundamentos da ciência histórica. Traduçao Estevão de Rezende Martins. Brasília: Ed. UnB, 2001.

SADDI, Rafael. Educação histórica como Meta-hermenêutica. In: BARCA, Isabel. Consciência Histórica na Era da Globalização. Atas das XI Jornadas Internacionais de Educação Histórica. Realizadas de 15 a 18 de Julho de 2011, Instituto de Educação da Universidade do Minho/Museu D. Diogo de Sousa, Braga/Pt.

SANCHES, Tiago Costa; SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Educação Histórica no Ensino Fundamental: reflexões teórico-metodológicas a partir do uso de fontes históricas em sala de aula. Revista de Educação Histórica, Curitiba, n. 2, p. 53- 61, Dez. 2102 – Abr. 2013.

SILVA, Maria da Conceição. Educação Histórica: a temática religião na formação da consciência histórica de alunos brasileiros e portugueses. Revista OPSIS, Catalão-GO, v. 14, n. 2, p. 77-93, jul./dez. 2014.

SILVA, Maria da Conceição. Educação Histórica: perspectivas para o ensino de história em Goiás. SÆculum - Revista de História, João Pessoa, n. 24, p. 197- 211, jan./ jun. 2011.

SILVA, Maria da Conceição. Investigação em Educação Histórica: análises da temática religião em textos didáticos de História. Educar em Revista, Curitiba, n. 45, p. 259-272, jul./set. 2012

TUMA, Magda Madalena; CAINELLI, Marlene Rosa; OLIVEIRA, Sandra Regina Ferreira de. Os deslocamentos temporais e a aprendizagem da história nos anos iniciais do ensino fundamental. Caderno Cedes, Campinas, v. 30, n. 82, p. 355- 367, set.-dez. 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2017v23n2p109

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br