Representações sociais sobre o trabalho docente: concepções de cidadania de professores da rede estadual de MG no ano de 2014

Doan Ricardo Neves da Cruz

Resumo


Este artigo discute algumas representações sociais de professores de História atuantes em escolas estaduais no interior de Minas Gerais, no período do ano letivo de 2014. Para sua realização, propôs-se a análise de concepções atribuídas ao trabalho docente no ensino de História, principalmente no que diz respeito à questão da cidadania. Esta investigação está fundamentada na teoria das representações sociais e em um referencial metodológico qualitativo, com o emprego de observações das aulas de História, anotações em diário de campo e realização de entrevistas com cinco docentes da rede pública ao longo de um ano letivo. As representações em torno da cidadania apresentam alguns problemas e ambiguidades, mas também mostram o papel de estabilizar as significações quanto ao trabalho docente, diante da precarização e da desvalorização da profissão de professor.

Palavras-chave


Representações sociais; Ensino de história; Trabalho docente

Texto completo:

PDF

Referências


ALVEZ-MAZZOTTI, Alda Judith. Representações sociais: aspectos teóricos e aplicações à educação. Revista Múltiplas Leituras, São Paulo, v. 1, n.1, p. 18-43, jan./jun. 2008.

ANDRÉ, Marli. Etnografia da prática escolar. Campinas, SP: Papirus, 1995.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto. São Paulo: Edições 70, 2011.

BITTENCOURT, Circe Maria. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2011.

CARDOSO, Oldimar Pontes. Representações dos professores sobre saber histórico escolar. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 130, p. 209-226, jan./abr. 2007.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

GUARESCHI, Pedrinho; JOVCHELOVITCH, Sandra (Org.). Textos em representações sociais. 12. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

GUSMÃO, Emery Marques. Memórias de quem ensina história: cultura e identidade docente. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

FONSECA, Thaís Nívia de Lima e. História e ensino de história. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

FRIGOTTO, Gaudencio Reformas educativas e retrocesso democrático no Brasil nos anos 90. In: LINHARES, Célia. Os professores e a reinvenção da escola. São Paulo: Cortez, 2001. p. 57 -80.

JODELET, Denise. O movimento de retorno ao sujeito e a abordagem das representações sociais. Sociedade e Estado, Brasília, v. 24, n. 3, p. 679-712, set./dez. 2009.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, Denise. (Org.). As representações sociais. Paris: PUF, 1989. p. 31-61.

MADEIRA, Margot Campos. Representações sociais e educação: algumas reflexões. Natal: EDUFRN, 1997.

MAGALHÃES, Marcelo de Souza. História e cidadania: por que ensinar história hoje? In: ABREU, Marta; SOIHET, Raquel (Org.). Ensino de história: conceitos, temáticas e metodologia. Rio de Janeiro: Casa da Palavra - FAPERJ, 2009. p. 168-186.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em psicologia social. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

PARO, Vitor Henrique. Parem de preparar para o trabalho!!! Reflexões acerca dos efeitos do neoliberalismo sobre a gestão e o papel da escola básica. In: FERRETTI, Celso João et al. (Org.). Trabalho, formação e currículo: para onde vai a escola. São Paulo: Xamã, 1999. p. 101-120.

PINSKY, Jaime; PINSKY, Carla Bassanezi (Org.). História da cidadania. São Paulo: Contexto, 2013




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2017v23n1p97

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br