Seleção e os usos dos livros didáticos de História para os anos iniciais do ensino fundamental: algumas questões a partir do olhar de duas professoras

Cristiani Bereta da Silva, David de Souza João

Resumo


A presente discussão constitui recorte de pesquisa mais abrangente desenvolvida no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação da UDESC, que investiga as escolhas, representações e usos dos livros didáticos de História de duas professoras que atuam nos 4o e 5o anos do Ensino Fundamental, em escolas públicas estaduais de Laguna/SC. Neste artigo o objetivo é discutir as relações estabelecidas entre as prescrições e avaliações do Estado relativas ao livro didático e as expectativas e representações construídas e reelaboradas pelas professoras, a partir de suas experiências no decorrer do processo de escolha dos livros, no PNLD de 2013. As análises apoiam-se principalmente em entrevistas orais realizadas com duas professoras, nomeadas na pesquisa de Joana e Maria. Neste trabalho, que se utiliza da metodologia da história oral,  as fontes orais são compreendidas como possibilidades narrativas portadoras de significados, sujeitas a elaborações subjetivas, versões e interpretações feitas de lembranças, simulações, esquecimentos e ocultações. O interesse principal recai na singularidade com que essas professoras utilizam o livro didático de História e sobre como as políticas públicas voltadas ao livro e ao ensino de História ressoam em seu cotidiano de trabalho e aparecem reelaboradas em suas narrativas. 

Palavras-chave: livro didático de História; anos iniciais; ensino de História.  


Palavras-chave


Livro Didático; Anos iniciais; Ensino de História

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, Verena. Fontes orais: história dentro da História. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). Fontes Históricas. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2006. p. 155-234.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Produção didática de História: trajetórias de pesquisas. Revista de História, São Paulo, n. 164, p. 487-516, jan./jun. 2011. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/19206. Acesso: 3 set. 2015.

BRASIL. Guia de livros didáticos: PNLD 2013. História. Ensino fundamental anos iniciais. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2012.

CAIMI, Flávia Heloisa. O que sabemos (e o que não sabemos) sobre o livro didático de história: estado do conhecimento, tendência e perspectivas. In: GALZERANI, Maria Carolina Bovério; BUENO, João Batista Gonçalves; JUNIOR, Arnaldo Pinto (org.). Paisagens da Pesquisa Contemporânea sobre o livro didático de História. Campinas: Centro de Memória/Unicamp, 2013. p.35-52.

CAIMI, Flávia Heloisa. O livro didático de história e suas imperfeições: repercussões do PNLD após 20 anos. In: ROCHA, Helenice; REZNIK, Luis; MAGALHÃES, Marcelo de Souza (org.). Livros didáticos de história: entre políticas e narrativas. Rio de Janeiro: FGV, 2017. p.33-54.

CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Revista Educação e pesquisa. São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set/dez. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517- 97022004000300012&script=sci_arttext. Acesso: 29 mai. 2015.

DELGADO, Lucilia de Almeida Neves. História oral: memória, tempo, identidades. Belo Horizonte, Autêntica, 2006.

FIORI, Almeida Neide; LUNARDON, Regina, Ivone. Santa Catarina de todas as gentes: História e Cultura: 4 o ou 5o ano de História: PNLD 2010/2012. Curitiba, 2009.

FONSECA, Selva Guimarães. Fazer e ensinar história. Belo Horizonte: Dimensão, 2009.

JOÃO, David de Souza. Duas professoras e o ensino de História nos anos iniciais do ensino fundamental em Laguna/SC. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) -Florianópolis: UDESC, 2014.

MIRANDA, Sonia Regina; LUCA, Tania Regina de. O livro didático de história hoje: um panorama a partir do PNLD. Revista Brasileira de História, v. 24, n. 48, p. 124-144, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102- 01882004000200006. Acesso: 29 mai. 2015.

MUNAKATA, Kazumi. Histórias que os livros didáticos contam, depois que acabou a ditadura no Brasil. In: FREITAS, Marcos Cezar de (org.). Historiografia brasileira em perspectiva. 6. ed. São Paulo: Contexto, 2005. p. 271-296.

MUNAKATA, Kazumi. O livro didático: alguns temas de pesquisa. Revista Brasileira de História da Educação, v. 12, n. 3 [30], p. 179-197, set./dez. 2012. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/38817. Acesso: 3 set. 2015.

OTTO, Clarícia. O ensino de história nos primeiros anos de escolarização: produzir e mediar conhecimentos. In: CARVALHO, Diana Carvalho; LATERMAN, Ilana; GUIMARÃES, Leandro Belinaso; BORTOLOTTO, Nelita. Relações interinstitucionais na formação de professores. Araraquara: Junqueira & Marin: Florianópolis: FAPEU, 2009. p. 167-185.

PORTELLI, Alessandro. O que faz a história oral diferente. Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História e do Departamento de História da PUC/SP, São Paulo, n. 14, p. 25-39, fev. 1997.

SCHATZMANN, Marilane. Artes de viver, artes de aprender: o ensino de história na trajetória de duas professoras de anos iniciais. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2010.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude; LAHAYE, Louise. Os professores face ao saber: esboço de uma problemática do saber docente. Teoria & Educação. Porto Alegre: Pannonica, n. 4, p. 215-233, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p509

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br