Formação dos professores de história: educação histórica, pesquisa e produção de conhecimento

Adriane Quadros Sobanski

Resumo


 Este estudo trata das primeiras observações acerca dos trabalhos desenvolvidos por professores da Educação Básica de Escolas Públicas, estaduais e municipais, da cidade de Curitiba, Paraná. Colocados frente a possibilidades de desenvolver pesquisa e realizar investigações para sua prática cotidiana da sala de aula. esses professores desenvolveram atividades a partir do contato com fontes históricas primárias conservadas no Arquivo Público do Estado do Paraná. Participando, orientando e observando um grupo de cerca de 30 professores de História que participou ao longo de 2013 do curso O trabalho com fontes históricas e a literacia histórica: questões teóricas e práticas, ministrado pela professora Maria Auxiliadora Schmidt da Universidade Federal do Paraná, iniciei as investigações relativas ao trabalho desenvolvido por esses professores com base no contato com a teoria da Educação Histórica e a sua prática da sala de aula. 


Palavras-chave


Educação Histórica; Aprendizagem; Pesquisa

Texto completo:

PDF

Referências


ASHBY, R. Desenvolvendo um conceito de evidência histórica: as ideias dos estudantes sobre testar afirmações factuais singulares. Educar, Curitiba, p. 151-170, 2006. Edição Especial

BARCA, Isabel. Aula Oficina: do Projeto à Avaliação. In. . In. BARCA, I. (Org.). Para uma educação de qualidade: Atas da Quarta Jornada de Educação Histórica. Braga: Centro de Investigação em Educação; Instituto de Educação e Psicologia; Universidade do Minho, 2004, p. 131- 144.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica – História. Brasília: MEC, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de História – MEC - Parecer CNE/CES 492/2001. Brasília: MEC, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: história. Brasília: MEC /SEF, 1998.

FOSENCA, S. G. Didática e prática de Ensino de história. Campinas, SP: Papirus, 2003.

LEE, P. Nós fabricamos carros e eles tinham que andar a pé: compreensão das pessoas do passado. In: BARCA, I. (Org.). Educação histórica e museus. Braga: Centro de Investigação em Educação; Instituto de Educação e Psicologia; Universidade do Minho, 2003.

LEE, P. Putting principles into practice: understanding history. In: BRANSFORD, J. D.; DONOVAN, M. S. (Eds.). How students learn: history, math and science in the classroom. Washington, DC: National Academy Press, 2005.

LEE, P. Em direção a um conceito de Literacia histórica. Educar, Curitiba, p. 131-150, 2006. Edição Especial

RÜSEN, J. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W.A. Editores, 2012.

RÜSEN, J. Razão histórica. Teoria da História: os fundamentos da ciência histórica. Brasília: Ed UNB, 2001.

RÜSEN, J. Reconstrução do passado. Teoria da História II: os princípios da pesquisa histórica. Brasília: Ed. UNB, 2007.

RÜSEN, J. História viva. Teoria da História III: formas e funções do conhecimento histórico. Brasília: Ed. UNB,, 2007.

OLIVEIRA, T. A. D. de. A Relação ensino e aprendizagem como práxis: a educação histórica e a formação de professores. 2012. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Parana, Curitiba, 2012.

THEOBALD, H. A experiência de professores com ideias históricas: o caso do “grupo araucária” 2007. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.

SCHMIDT, M. A.; BARCA, I.; MARTINS, E. de R. (Org.). Jörn Rüsen e o ensino de História. Curitiba: Ed. UFPR, 2010.

SCHMIDT, M. A; CAINELLI, M. Ensinar história. 2 ed. São Paulo: Scipione, 2009




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2014v20n2p129

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br