História e Vida: o encontro epistemológico entre Didática da História e Educação Histórica

Ronaldo Cardoso Alves

Resumo


O artigo faz um breve histórico acerca da formação do campo científico da Didática da História na Alemanha, bem como da History Education na Inglaterra e o encontro epistemológico dessas vertentes, ocorrido no início do século XXI. Num segundo momento, parte desta epistemologia para relacionar o conhecimento histórico, cientificamente concebido, às necessidades de orientação dos seres humanos no cotidiano da Cultura Histórica contemporânea. Finalmente, apresenta tal encontro como fornecedor de um repertório teórico-metodológico que possibilita a qualificação das pesquisas de Ensino de História no Brasil, com vistas à investigação a respeito da escola como lugar de desenvolvimento da consciência histórica de estudantes e professores.


Palavras-chave


Consciência Histórica; Didática da História; Filosofia da História; Educação Histórica; Cultura Histórica.

Texto completo:

PDF

Referências


ABUD, K. M. Professores e a sua relação com o conhecimento na aula de História. In. BARCA, I. (Org.). Estudos de Consciência Histórica na Europa, América, Ásia e África. Actas das VII Jornadas Internacionais de Educação Histórica. Braga: Centro de Investigação em Educação – Instituto de Educação e Psicologia – Universidade do Minho, 2008, p. 135-144.

ANGVIK. M.; BORRIES, B. V. Youth and History: a comparative European survey on historical and political attitudes among Adolescents. Hamburg: Korber Foundation, 1997.

ASHBY, R.; DICKINSON, A.; LEE, P. Project Chata: concepts of History and Teaching Approaches at key stages 2 and 3. In. Teaching History, 82, 1996, p. 6- 30.

BARCA, I. Em torno da Epistemologia da História. In. BARCA, I.; GAGO, M. Questões de Epistemologia e Investigação em Ensino da História. Actas das III Jornadas Internacionais de Educação Histórica. Braga: Centro de Investigação em Educação/Instituto de Educação e Psicologia/Universidade do Minho, 2006, p. 17-25.

BARCA, I. O Pensamento Histórico dos Jovens. Braga: Universidade do Minho, 2000. DROYSEN, J. G. Arte e Método (1868). In. MARTINS, E. de R. M. (Org.). História pensada: teoria e método na historiografia europeia do Século XIX. Tradução de Pedro S. P. Caldas. São Paulo: Contexto, 2010, p. 31-46.

KOSELLECK, R. Futuro Passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Tradução de Wilma Patrícia Maas e Carlos Almeida Pereira; Revisão de César Benjamin. Rio de Janeiro: Contraponto & Ed. PUC-Rio, 2006.

LEE, P. Progressão da compreensão dos alunos em História. In. BARCA, I. Perspectivas em Educação Histórica: actas das I Jornadas Internacionais de Educação Histórica. Braga: Centro de Investigação em Educação – Instituto de Educação e Psicologia – Universidade do Minho, 2001, p. 13-27.

LEE, P. Walking Backing into Tomorrow – Historical consciousness and understanding history. (‘Caminhar para trás em direção ao amanhã’ – a Consciência Histórica e o entender da História’). Trad.: José Norberto Soares. Comunicação apresentada no “Annual Meeting of American Educational Research Association, New Orleans, 2002” (Encontro Anual da Associação Americana de Pesquisa em Educação, New Orleans, 2002), p. 1-45. Disponível em http://centres.exeter.ac.uk/historyresource/journal7/lee.pdf. (Acesso em 12/04/2012).

MARTINS, E. de R. Cultura e Poder. 2 ed., São Paulo: Saraiva, 2007.

RÜSEN, J. Didática da História: passado, presente e perspectivas a partir do caso alemão. Tradução: Marco Roberto Kusnick. Revisão: Luis Fernando Cerri. In. SCHMIDT, M. A.; BARCA, I.; MARTINS, E. R.; (Orgs.). Jörn Rüsen e o ensino de História. Curitiba: Editora UFPR, 2010, p. 23-40.

RÜSEN, J. História Viva. Teoria da História III: formas e funções do conhecimento histórico. Tradução de Estevão de Rezende Martins. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2007.

RÜSEN, J. Historiografia Comparativa Intercultural. Tradução de Jurandir Malerba. In: A História Escrita. São Paulo: Editora Contexto, 2006, p. 115-137.

RÜSEN, J. Razão histórica. Teoria da história I: fundamentos da ciência histórica. Tradução de Estevão de Rezende Martins. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2013v19n1p49

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br