O ensino de história no Brasil na transição da quarta para quinta série: tensões e perspectivas

Lidiane Camila Lourençato, Marlene Rosa Cainelli, Talyta da Silva Selari

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar algumas analises a partir das experiências proporcionadas por uma pesquisa de campo realizada em uma escola do ensino fundamental a partir dos preceitos da Educação Histórica. Pretende-se discutir, problemáticas inerentes ao ambiente escolar da quinta série (6° ano) de uma escola pública. Buscamos perceber  a partir de observações da aula de História, como os alunos e o professor exteriorizam os principais desafios e dificuldades da transição da quarta série (5° ano) para a quinta série (6° ano) do ensino fundamental.


Palavras-chave


Ensino de História; Educação Histórica; Conhecimento histórico; Ensino Fundamental

Texto completo:

PDF

Referências


BARCA, I. O pensamento histórico dos Jovens. Braga: Universidade do Minho, 2000. BITTENCOURT, C. Livros didáticos entre textos e imagens. In: BITTENCOURT, C. (Org.). O saber histórico em sala de aula. São Paulo: Contexto, 1998.

DIAS DA SILVA, M. H. G. F. Passagem sem ritos: Passagem sem ritos: as quintas séries e seus professores. Campinas: Papirus, 1997.

EDWARDS, V. Os sujeitos no universo da escola. Trad. Josely Vianna Baptista. São Paulo: Ática, 1997.

GARCIA, T. M. F. B. Relações entre o ensino e aprendizagem histórica: desafios para a pesquisa em Educação Histórica. In: SCHMIDT, M. A. BARCA, I (Org.). Aprender História: perspectivas da educação histórica. Ijuí: Ed. Unijuí, 2009.

HAUSER, S. D. R. A transição da 4ª para a 5ª série do Ensino Fundamental: uma revisão bibliográfica (1987-2004). 2007. Dissertação (Mestrado em Psicologia da Educação) -Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.

PEREIRA, N. M.; SEFFNER, F. O que pode o ensino de história? Sobre o uso de fontes na sala de aula. Anos 90, Porto Alegre, v. 15, n. 28, p. 113-128, dez. 2008.

RUSEN, J. O Livro didático ideal. In. SCHIMDT. M. A.; BARCA, I.; MARTINS, Estevão de Rezende (Org.). Jörn Rüsen e o ensino de história. Curitiba: Ed.UFPR, 2010.

SILVA, S. C. Aspectos do ensino de História Antiga no Brasil: algumas observações. Alétheia. Revista de estudos sobre Antiguidade e Medievo, v. 1, jan/jul de 2010. Disponível em: http://revistaale.dominiotemporario.com/page_3.html. Acesso em 15 jan. 2011.

TUNES, E.; TACCA, M. C. V. R.; BARTHOLO JÚNIOR, R. S. O professor e o ato de ensinar. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 126, set./dez. 2005

ZAMBONI, E. Representações e linguagens no ensino de história. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 18, n. 36, 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01881998000200005&lng=en&nrm=iso. Acesso em 01/ 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2012v18n2p143

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br