Aula-oficina: a música como proposta de produção de conhecimento histórico com os alunos

Jemima Fernandes Simongini, Marcela Taveira Cordeiro

Resumo


Pensar o uso da música como documento histórico em uma proposta didática, é um desafio que os professores encontram em sala de aula. Buscamos através desta experiência contribuir para o exercício do pensamento histórico. A intervenção foi em forma de aula-oficina (BARCA, 2004), sendo parte do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência PIBID-história/UEL, coordenado pela professora Dr. Marlene Cainelli. Em 2011 realizamos um estudo piloto, no Colégio Tsuro Oguido de Londrina- PR com alunos do 9ºAno. A partir desta experiência elaboramos um estudo exploratório que aplicamos em 2012, no mesmo colégio, na turma 9ºAno. Estes estudos permitiram pensar a intervenção realizada em sala de aula. Como fonte para trabalhar o ensino de história escolhemos a música, pois ela permite múltiplas relações com a cultura popular, possibilitando perceber a perspectiva social e histórica em um determinado contexto. Buscando desenvolver uma aula diferenciada trouxemos para a sala de aula músicas do cantor baiano Raul Seixas: pautada por duas razões, A primeira foi como uma tentativa de fugir de figuras estereotipadas da música popular brasileira, quando o assunto se refere ao período da Ditadura Militar, presentes nos livros didáticos como Chico Buarque de Hollanda, Caetano Veloso e Geraldo Vandré e a segunda pelo gênero musical diversificado do cantor Raul Seixas aliado ao fato de que suas letras apresentam críticas sociais a respeito do período.


Palavras-chave


Educação Histórica; Música; Ditadura Militar; Censura; Fontes Históricas

Texto completo:

PDF

Referências


ABUD, M. K. Registro e Representações do cotidiano: a música popular na aula de história. Cad. Cedes, Campinas, v. 25, n. 67, p. 309-317, set./dez. 2005.

ALVES, L. Raul Seixas: o sonho da sociedade alternativa. São Paulo: Martin Claret, 1993.

ALMEIDA, M. H. T.; WEIS, L. Carro-Zero e Pau-de-Arara: O Cotidiano da Oposição de Classe Média ao Regime Militar In: SCHWARCZ, Lilia Moritz.(Org.). História da Vida Privada no Brasil: Contrastes da intimidade contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

BARCA, I. O papel da Educação Histórica no desenvolvimento Social. In: CAINELLI, M.; SCHMIDT, M. A. Educação Histórica: Teoria e Pesquisa. Ijuí: Editora Inujuí, 2001. p. 21-48.

BARCA, I. Aula Oficina: Do Projecto à avaliação. In: BARCA, I. (Org.). Para uma Educação Histórica de Qualidade. Braga: Instituto de Educação e Psicologia Universidade do Minho, 2004.

CAINELLI, M.; SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Educação Histórica: Teoria e Pesquisa. Ijuí: Ed. Inujuí, 2001. p. 9-17.

CUNHA, M. F. Brasil pós-64: entre sons e fúria. In: CERRI, L. F. (Org.). O Ensino de História e a Ditadura Militar. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 2005. P. 55-66.

DEVIDES, D. C. Raul Seixas e o Brasil pós-64: cultura, repressão, censura. DACEX: Revista de Letras, Curitiba, v. 8, 2006. Disponível em: http://www.dacex.ct.utfpr.edu.br/8dilson.htm

DUARTE, R. G.; GONZALEZ, E. Pensando a América Latina: música popular, política e Ensino de História.

CERRI, L. F. (Org.). Ensino de História e Educação: olhares em convergência. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2006.

FIÚZA, A. F. A canção popular e a Ditadura Militar no Brasil. In: CERRI, L. F. (Org.). O Ensino de História e a Ditadura Militar. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 2005.

FIÚZA, A. F. Reflexões sobre o trabalho com canções na sala de aula. CERRI, L. F. (Org.). Ensino de História e Educação: olhares em convergência. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2006

GUERRA, F. P. DINIZ, L. M. V. A incorporação de outras linguagens no Ensino de História. História & Ensino. Revista do Laboratório de Ensino de História. 1995. p. 127–140.

MORAES, J. G. V. de. História e Música: canção popular e conhecimento histórico. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 20, n. 39, 2000. p. 203-221.

SIMÃO, A. C. G. L. L. A importância da Evidência Histórica na construção do Conhecimento Histórico. In: CAINELLI, M.; SCHMIDT, M. A. Educação histórica: teoria e pesquisa. Ijuí: Editora Inujuí, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2012v18nespp73

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br