A concepção de Ensino de História presente nos planos de ensino dos licenciandos em História da USP

Murilo José de Resende

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo a análise dos planos de ensino elaborados durante o Estágio Supervisionado, a fim de estabelecer quais as concepções de Ensino de História apresentados pelos licenciandos em História da USP. Foi efetuada uma coleta de dados nos planos de ensino, com tipologias à luz da Didática da História, onde foi possível identificar dois tipos de paradigmas que orientam os planos de ensino. Os resultados obtidos foram: a porcentagem dos planos que apresentaram orientação apenas do Paradigma da Aprendizagem foi de 4%; os objetivos que foram orientados sob o Paradigma da Disciplina foram 27%, por último 69% apresentaram a orientação dos dois paradigmas.

 


Palavras-chave


Ensino de História; Concepções; Licenciandos; Planos de Ensino USP

Texto completo:

PDF

Referências


BERGMANN, K. A história na reflexão didática. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 9, n. 19, p. 29-42, set. 89/fev. 90.

FENELON, D. R. A formação do profissional de História e a realidade do ensino. Cadernos Cedes. São Paulo, Cortez, p. 24-31. 1985

FUSARI, J.C. O Planejamento do Trabalho Pedagógico: Algumas indagações e tentativa de respostas. s/d (mineo)

GIMENO SACRISTÁN, J.; PÉREZ GÓMEZ, A. I. Compreender e Transformar o Ensino. 4 ed. Artes Médicas: Porto Alegre, 1998.

HEIMBERG, C. La storia insegnata, i problemi che incontra in numerosi contesti nazionali e i modi di pensare e argomentare che dovrebbero essere resi accessibili agli studenti, Bollettino di Clio. Periodico dell’Associazione Clio ‘92, Bologne, Ve année, n.15, p. 45-50. 2004.

JENSEN, B. E. L’histoire à l’école et dans la société en général : propos sur l’historicité de l’enseignement de cette discipline. Détournements de l’histoire, Actes du symposium d’Oslo de juin 1999. Strasbourg: Conseil de l’Europe, p.89-104. 2000

LAVILLE, C. Em educação histórica, a memória não vale a razão! Educação em Revista. Belo Horizonte: n. 45, p. 13-42, 2005.

MARTINEAU, R. L’histoire à l’école. Matière à penser. Paris-Montréal: L’Harmattan, 1999.

MASACHS, R. C. Didactica de las ciencias sociales: didactica de la Historia. Barcelona : Oikos-Tau.1994

MATTOZI, I. A História ensinada: Educação cívica, educação social ou formação cognitiva? O Estudo da História. Actas do Congresso: O Ensino da História: problemas de didáctica e do saber histórico. Lisboa: Associação de Professores de História, 1998

MATTOZI, I. La transposición del texto historiográfico: um problema crucial de la didáctica de la Historia. Teoria y Didáctica de las Ciências Sociales, Barcelona, n. 4, p. 27-56, 1999.

MONTEIRO, A. M. F. da C. Professores de História: entre saberes e práticas. Rio de Janeiro: Editora Mauad, 2007.

NADAI, E. A prática de ensino e a democratização da escola. In: CARVALHO, A. M. (Org.). A formação do professor e a prática de ensino. São Paulo: Pioneira, 1988.

NADAI, E. Análise dos planos de ensino de História, OSPB e EMC da Habilitação Magistério. In: PICONEZ, S. C. B. (Org.). Os caminhos da formação do professor de 1.o grau. Análise e reflexão sobre planos de ensino da habilitação específica ao magistério de escolas da DRECAP-3. São Paulo: Se/Drecap-3/Feusp, 1986.

OLIVEIRA, T. C. F.. É tudo faz-de-conta: as relações entre o poder e o currículo de História em uma sala de aula da escola pública, Ano de Obtenção: 2008.

RESENDE, M. J. Aula Narrada: A Manifestação da Consciência Histórica pelos Licenciandos em História da USP. (Dissertação). São Paulo: USP, 2008.

TUTIAUX-GUILLON, N.; MOUSSEAU, M-J. Les jeunes et l'histoire: identités, valeurs, conscience historique. Paris: INRP, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2012v18n2p233

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br