Fenômeno Getúlio Vargas: estado, discursos e propagandas

Ana Heloísa Molina

Resumo


Este artigo discute a construção do Estado Novo vinculado à figura de Vargas a partir da propaganda veiculada e especialmente a utilização do rádio e de cartilhas infantis.


Palavras-chave


Estado novo; Vargas; Propaganda; Discursos.

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, E. L.O Brasil de 1945a 1964. São Paulo: Contexto, 1991.

DORATIOTO, F. F. M.; DANTAS FILHO, José. De Getúlio a Getúlio. O Brasil de Dutra e Vargas, 1945 a 1954. São Paulo: Atual, 1991. (História em documentos)

LENHARO, A. A sacralização da política. Campinas: Papirus, 1986.

MONTES, M. L. O discurso populista ou caminhos cruzados. In: MELO, J. M. (Coord.) Populismo e comunicações. São Paulo: Cartaz, 1981.

NOSSO Século. São Paulo, Abril Cultural, 1986. Volumes V (1930/ 1945 A Era Vargas 1ª parte) e VI (1939/1945 Era Vargas 2ª parte).

OLIVEIRA, L. l.; VELLOSO, M. P.; GOMES, A. M. C. Estado Novo, Ideologia e Poder. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

PINSKY, M.; PERROTI, E. Getúlio Vargas para crianças: a exceção e a regra. In. MELO, José Marques de (Coord.). Populismo e comunicação. São Paulo: Cortez, 1981.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.1997v3n0p95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br