As fantásticas máquinas do futuro

José Miguel Arias Neto

Resumo


O texto foi construído para ser utilizado em aulas de história em nível de 2º grau. Buscou-se aqui, abordar a questão dos trens e das ferrovias no processo de desenvolvimento do capitalismo, tanto de uma perspectiva econômica como social e simbólica.


Palavras-chave


Trens; Ferrovias; Desenvolvimento do capitalismo; História social.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMANAQUE Abril/93. São Paulo: Abril Cultural, 1993.

ALMEIDA, A. R. Dicionário de História do Brasil. Porto Alegre: Globo, 1969.

BOSELLI, M. É melhor roubar um trem. In: NIZZI, C.; ORTIZ, J. Tex: O grande roubo. São Paulo: Globo, 1994.

BRANCO, G.; ANASTÁCIO, A. Construtores do progresso. Londrina, 1969.

HARDMAN, F. F. Trem Fantasma. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

HOBSBAWN, E. J. A Era das Revoluções: 1789-1848. 4.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

HOBSBAWN, E. J. A Era do Capita/1848-1875. 2.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

LEONARDI, V.;, HARDMAN, F. F. História da indústria e do trabalho no Brasil. São Paulo: Global, 1982.

NOYA PINTO, V. Balanço das transformações econômicas no século XIX. In: MOTA, Carlos Guilherme. Brasil em perspectiva. 10.ed. São Paulo: Difel, 1978.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.1997v3n0p87

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br