RPG (Role Playing Game): notas para o ensino-aprendizagem de História

Sérgio Paulo Morais, Rafael Rocha

Resumo


O artigo propõe refletir sobre o projeto de formação docente “Narrativas da Imaginação”, proposto pelo Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia, no que se refere aos “jogos de narrativas” (no caso RPG) com contribuição para o ensino-aprendizagem de História. Na busca de buscar compreender os significados do passado em suas representações no presente, procuramos avaliar o sentido de incorporar com legitimidade as narrativas e os jogos nas aulas de história, e, assim, contribuir para uma consciência mais ampliada do passado a partir de questões que vivemos hoje.

 


Palavras-chave


RPG; Narrativas; Ensino de história

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, C. Jogos para a estimulação das múltiplas inteligências. 6 ed., Petrópolis: Vozes. 2000.

BARTHOLO, M. F. O lazer numa perspectiva lúdica e criativa. Cinergis, Santa Cruz do Sul. v. 2, n.1, p. 92, jan/jun, 2001.

CAILLOIS, R. Os jogos e os homens. A máscara e a vertigem. Lisboa: Cotovia, 1990.

CHAVES, O. A Arte de Contar Histórias. São Paulo, SP: Confederação Evangélica do Brasil, 1963.

FENELON, D. R. A Formação do Profissional de História e a Realidade do Ensino. In: Tempos Históricos, Cascavel: EDUNIOESTE, v.12, n.1, ano X, 1º semestre de 2008.

FENELON, D. R. Muitas Memórias, Outras Histórias. São Paulo: Olho D’Água, 2004.

FENELON, D. R. História Social. Pesquisa Histórica e a Formação do Profissional de História. In. História Regional. III Seminário de Pesquisa do CEDOC (29 a 31 de janeiro de 2001). Ilhéus, Bahia. Editus (editora da UESC), 2001, p. 23-35.

GARDNER, H. Mentes que mudam: a arte e a ciência de mudar as nossas ideais e as dos outros. Trad. Maria Adriana Veríssimo Veronese. Porto Alegre: Artmed, 2005.

HITCHENS, M.; DRACHEN, A. The Many Faces of Role-Playing Games. In: International Journal of Role-Playing, Issue 1, p. 3-21, 2008. . Acesso em 25 Ago. 2011.

HUIZINGA. J. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. Trad. João Paulo Monteiro. São Paulo: Perspectiva, 2007.

MORENO, J. L. Psicodrama. São Paulo: Ed. Cultrix, 1993.

PAVÃO, A. A Aventura da Leitura e da Escrita entre Mestres de Roleplaying Game (RPG). 2 ed. São Paulo: Devir, 2000.

PINTO, Á. V. Sete Lições sobre educação de adultos. São Paulo: Cortez, 1982.

ROCHA, R. C. RPG: uma ferramenta lúdica de desenvolvimento humano. Uberlândia: Uniminas, 2008.

SARLO, Beatriz. Paisagens Imaginárias. São Paulo: EDUSP, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2012v18n1p27

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br