Uma ficção bem documentada

Antonio Paulo Benatti

Resumo


O artigo discute a constituição e a crise da ambígua oposição entre história e literatura na modernidade.


Palavras-chave


História; Literatura; Ciência; Ficção; Modernidade.

Texto completo:

PDF

Referências


GAY, P. O estilo na história. São Paulo: Companhia das Letras, 1990

HARLAND, D. A história intelectual e o retorno da literatura. In: RAGO, M.; GIMENES, R. (Org.). Narrar o passado, repensar a história. Campinas: Unicamp, 2000.

HARTOG, F. A arte da narrativa histórica. In: BOUTIER, J.; JULIA, D. Passados recompostos. Rio de Janeiro: Ed.; FGV, 1998.

NUNES, B. Narrativa histórica e narrativa ficcional. In: RIEDEL, D. C. (Org.). Narrativa: ficção & História. Rio de Janeiro: Imago, 1998.

RANCIÈRE, J. Os nomes da história: um ensaio de poética do saber. Campinas: Pontes, 1994.

SANTOS, J. E. Barth, Pynchon e outras absurdetes: o pós-modernismo na ficção americana. In: OLIVEIRA, R. C. et al. Pós-modernidade. Campinas: Ed. Unicamp, 1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2001v7n0p23

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br