Cantando o Brasil pós-64

Maria de Fátima da Cunha

Resumo


Esse artigo tem por objetivo discutir a possibilidade de análise de realidades sociais através de registros históricos variados. Para tanto, procurou-se destacar o período do Brasil pós-64, através do estudo de algumas canções.


Palavras-chave


História; Linguagens; Regime militar; Canções.

Texto completo:

PDF

Referências


BURKE, P. Cultura Popular na Idade moderna. São Paulo: Cia. das Letras, 1989.

CALDAS, W. Iniciação à Música Popular Brasileira. São Paulo:Ática,1985. (Princípios).

CUNHA, M. E. Eles Ousaram Lutar: a nova esquerda brasileira no período de 64- 72. 1993. Dissertação (Mestrado)¬ Universidade Estadual Paulista, Assis, 1993.

D’EUGENIO, F. N. et al. Linguagem e canção: uma proposta para o ensino de História. Revista Brasileira ele História, São Paulo, v. 8. n. 15, 1988.

FONSECA, S. G. Ensino de História: diversificação de abordagens. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 9, n. 19, 1990.

FRANCE, L. Imagens imagizadas: nadadeiras para sobrenadar. VEIGA, L P. A. (org.). Escola Fundamental: currículo e ensino. Campinas: Papirus, 1991.

MAFFESOLI, M. A Conquista do Presente. Rio Janeiro: Rocco, 1984.

MARSON, A. Reflexos sobre o procedimento Histórico. In: SILVA, M. A. Repensando a História. São Paulo: Brasiliense, 1984.

RICCI, C. S. Da intenção ao Gesto : quem é quem no ensino de História em São Paulo. 1992. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de Sâo Paulo, São Paulo, 1992.

RIDENTI, M. S. O Fantasma da Revolução. São Paulo: Ed. UNESP, 1993.

SILVA, Z. L. Asterix e a dominação romana. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 5, n. 10, 1985.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2002v8n0p67

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br