Apontamentos sobre a produção do conhecimento científico e a construção do conceito de historicidade

Carlos Bauer

Resumo


Nesse artigo temos por objetivo refletir sobre alguns aspectos teóricos da produção do conhecimento científico, seus desdobramentos na produção do conhecimento e do saber histórico e a indicação de algumas preposições pertinentes à construção do conceito de historicidade.

Palavras-chave


conhecimento científico, teoria da história, historicidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, C. R. Repensando a pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense, 1999.

BUNGE, Mario. La ciencia, su método y su filosofia. Buenos Aires: Siglo Veinte, 1970. CARR, E. D. Que é história? São Paulo: Paz e Terra, 1982.

COLLINGWOOD, R. G. A ideia de história. Lisboa: Presença, 1965.

KEDROV, M.B. & SPIRKIN, A. La ciencia. México, México: Ed. Grijalbo, 1966.

MARICHAL, Robert. La critique des textes. In: SAMARAN, C. L'histoire et ses méthodes. Paris, Gallimard, 1961.

MORA. J. F. Dicionário de filosofia. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1978.

LE GOFF, J. Enciclopédia Einaudi. Porto: Imprensa Nacional & Casa da Moeda, 1997. V. 1. Memória - História. Verbete História.

SCHAFF, A. História e verdade. São Paulo: Martins Fontes, 1982.

VEYNE, P. Como se escreve a História. Lisboa: Edições 70, 1971.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2012v18n1p71

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br