Reflexões sobre o espaço e o tempo na pós-modernidade

Carolina Machado Rocha Busch Pereira

Resumo


O modo de acumulação flexível de capital promove um mundo que já não é o da “Aldeia Global” de Maclhuan (1979) mas o da “Cidade Global” de Ianni (1999). À partir de contribuições teóricas, buscaremos, neste artigo, refletir sobre as influências das relações espaço-tempo que permeiam não só a reestruturação da cidade, mas também são condições para a reestruturação teórica, política e cultural em toda a sociedade, conforme será visto na análise das dimensões espaciais e temporais no interior da discussão sobre modernidade e pós-modernidade. Faz-se necessário, ainda, salientar que este trabalho de modo algum esgota as reflexões propostas. Dada às limitações de um artigo, o objetivo central é levantar e buscar argumentos que possam, num momento posterior, ser mais aprofundadas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2002v11n1p27

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com