Aspectos geoambientais, condições de uso e ocupação do solo e níveis de desmatamento da bacia hidrográfica do rio Curu, Ceará - Brasil.

Adryane Gorayeb, Marcos José Nogueira de Souza, Maria Cléa Brito de Figueirêdo, Lúcia de Fátima Pereira Araújo, Morsyleide de Freitas Rosa, Edson Vicente da Silva

Resumo


A bacia hidrográfica do rio Curu destaca-se dentre as outras bacias do Estado do Ceará por ter sido a primeira a implantar o sistema de perímetros irrigados (1974-75) e também a primeira a organizar um Comitê de Bacia Hidrográfica (1996). Encontra-se, atualmente, com sérios problemas ambientais, relacionados aos efeitos da utilização inadequada dos recursos naturais. Sendo assim, a presente pesquisa analisa os aspectos geoambientais da bacia, as condições de uso e ocupação do solo e os níveis de desmatamento da vegetação original. A base metodológica utilizada foi a análise geossistêmica, e foram feitos levantamentos bibliográficos e cartográficos, além de trabalhos de campo e de gabinete. Desse modo, identificou-se cinco unidades geoambientais: planície litorânea, tabuleiros, planícies fluviais, depressão sertaneja e maciços residuais. Durante o estudo foi observado que, quanto mais a área da bacia do Curu se desenvolve economicamente e cresce demograficamente, mais os recursos naturais são degradados, em especial a vegetação nativa. Isso acarreta vários prejuízos ambientais, como a diminuição da biodiversidade, a perda de solos férteis, a modificação do microclima e a alteração da qualidade e da dinâmica hídrica.


Palavras-chave


Bacia hidrográfica do Curu; Análise geoambiental; Uso e ocupação do solo; Desmatamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2005v14n2p85

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com