A geografia brasileira e os estudos relacionados ao turismo: uma análise dos trabalhos de dois eventos nacionais (2002 e 2004)

Carlos Eduardo Pontes Galvão Filho, Maria del Carmen Matilde Huertas Calvente

Resumo


O artigo consiste de uma análise de como foi abordado o tema “geografia do turismo” nos dois últimos eventos nacionais de Geografia promovidos pela Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB), nos anos de 2002 e 2004. O tema tem gerado polêmicas e, por isso, este artigo pesquisa o conteúdo das pesquisas publicadas nos anais dos eventos, salientando as diversidades dadas no tratamento do tema pela ciência geográfica. Partimos do pressuposto de que o turismo se configura como significativa atividade neste início do século XXI e, portanto, cabe à Geografia compreender quais as conseqüências provocadas por esse uso do território. Com relação aos trabalhos analisados, foi elaborada uma divisão por eixos temáticos, derivados do eixo principal, a “geografia do turismo”. Essa classificação mostrou uma Geografia preocupada com os impactos socioambientais da atividade, com as políticas públicas destinadas ao setor, além dos aspectos imaginários e culturais. O artigo mostra que o caráter da atividade turística como consumidora dos lugares é visto pela Geografia brasileira com cuidado e críticas, preocupada também em fornecer subsídios aos planejadores e às comunidades receptoras, não sendo apenas formada por estudos voltados ao desenvolvimento puramente econômico dos locais, uma das principais críticas realizadas.


Palavras-chave


Geografia do turismo; Associação dos Geógrafos Brasileiros; Pensamento geográfico brasileiro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2006v15n1p221

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com