Espaço agrário: território de resistência e integração

Rafaela Rodrigues Pereira

Resumo


Com o intuito de contribuir para o aprofundamento e ampliação do debate sobre a questão agrária hoje, estabelece-se aqui a reflexão a respeito de duas importantes vertentes pelas quais o tema campesinato é desenvolvido: uma valoriza o camponês em sua essência, estabelecendo conexões entre fatores de ordem econômica, sociocultural e político-ideológica, ao passo que a outra privilegia o econômico, destacando a tendência de esfacelamento do camponês face ao desenvolvimento do capitalismo no campo. Faz-se necessário realizar uma leitura da questão agrária que considere as múltiplas interações concernentes à produção diferenciada e economicamente desigual do espaço agrário, transcendo uma visão unívoca acerca do futuro do camponês.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2008v17n1p181

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com