Roteiro Geoturístico Costeiro na Cidade de João Pessoa, Paraíba

Luciano Schaefer Pereira

Resumo


Ambientes costeiros são áreas conflituosas, onde a dinâmica marinha se entrelaça a um adensamento populacional, originando, do ponto de vista ambiental, um espaço instável, no qual os impactos são potencialmente maiores. Paradoxalmente, ambientes costeiros são áreas de grande potencial geoturístico, precisamente por sua dinâmica natural que fornece a estes espaços um alto valor científico. O objetivo da pesquisa é propor um roteiro geoturístico costeiro para o município de João Pessoa, que permitirá divulgar os aspectos abióticos e histórico-culturais da paisagem, visando a longo prazo contribuir para sua manutenção e conservação. Para tanto, estes locais de interesse foram selecionados após um minucioso trabalho de campo que envolveu sua inventariação e avaliação quantitativa. Os locais são: Arenitos Ferruginosos do Jacarapé, Paleodunas do Altiplano, Terraço Marinho Holocênico, Falésia do Cabo Branco, Balanço Sedimentar de Tambaú, Barra de Gramame, Foz Primitiva do Rio Jaguaribe e Picãozinho. A existência de trilhas interpretativas refuncionalizam os itinerários, agora do ponto de vista geoturístico, à medida que enriquecem a experiência dos turistas, dando a eles a oportunidade de conhecer o patrimônio abiótico por uma outra perspectiva, além de aumentar sua consciência ambiental.

Palavras-chave


Geoturismo costeiro; Roteiro geoturístico; Locais de interesse; João Pessoa.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


ALHEIROS, Margareth; FERREIRA, Márcio; LIMA FILHO, Mário. Mapa geológico do Recife. Convênio Carta Geotécnica da cidade do Recife. Recife: FINEP/ LSI- DEC- UFPE, 1990. 1 mapa. Escala 1: 25.000.

ASMUS, Haroldo. Significado geotectônico das feições estruturais das bacias marginais e áreas adjacentes. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 32., 1982, Salvador, BA. Anais [...]. Salvador: SBG, 1982. p. 1547- 1557.

BARBOSA, José; LIMA FILHO, Mário. Aspectos estruturais e estratigráficos da faixa costeira Recife-Natal: observações em dados de poços. Boletim de Geociências da Petrobrás, Rio de Janeiro, RJ, v. 14, p. 287-306, 2006.

BARBOSA, Liana Maria; BITTENCOURT, Augusto; DOMINGUEZ, José; MARTIN, Louis. The Quaternary coastal deposits of the State of Alagoas: influence of the relative sealevel changes. In: RABASSA, Jorge (ed.). Quaternary of South America and Antartic Peninsula. London: Balkema Publishers, 1997. n. 4, p. 269- 290.

BARRETO, Alcina Magnólia; BEZERRA, Francisco; SUGUIO, Kenitiro; TATUMI, Sônia; YEE, Márcio; PAIVA, Roberto; MUNITA, Casimiro. Late Pleistocene marine terrace deposits in northeastern Brazil: sea-level change and tectonic implications. Paleogeography, Paleoclimatology, Paleoecology, Amsterdam, v. 179, p. 57- 69, 2002a.

BARRETO, Alcina Magnólia; SUGUIO, Kenitiro; BEZERRA, Francisco; TATUMI, Sônia; YEE, Márcio; OLIVEIRA, Paulo. Datação das dunas inativas do Estado da Paraíba por meios de termoluminescência. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 41., 2002, João Pessoa, PB. Anais [...]. João Pessoa: SBG, 2002b. p. 351.

BITTENCOURT, Abílio Carlos S. P.; MARTIN, Louis; DOMINGUEZ, José Maria L.; FERREIRA, Yeda de A. Evolução paleogeográfica quaternária da costa do estado de Sergipe e da costa sul do Estado de Alagoas. Revista Brasileira de Geociências, São Paulo, SP, v. 13, n. 2, p. 93- 97, jun. 1983.

BITTENCOURT, Augusto; MARTIN, Louis; VILAS BOAS, Gustavo; FLEXOR, Jean. The Marine Formations of the coast of the State of Bahia, Brazil. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON COASTAL EVOLUTION IN THE QUATERNARY, 1979, São Paulo, SP. Proceedings [...]. São Paulo: Instituto de Geociências, 1979. p. 232- 253.

BRASIL. Congresso. Legislação. Decreto nº 5300, de 7 de dezembro de 2004. Regulamenta a Lei nº 7.661, de 16 de maio de 1988, que institui o Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro - PNGC, dispõe sobre regras de uso e ocupação da zona costeira e estabelece critérios de gestão da orla marítima, e dá outras providências. Brasília, DF: Câmara dos deputados, 2004. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/2004/decreto-5300-7-dezembro-2004-535018-norma-pe.html. Acesso em: 28 jun. 2021.

BRILHA, José. Património geológico e geoconservação: a conservação da natureza na sua vertente geológica. Braga: Palimage Editores, 2005.

DELIBRIAS, Carl; LABOREL, Jacques. Recent variations of sea-level along the Brazilian coast. Quaternária: storia naturale e culturale del quaternario, Roma, IT, v. 14, p. 45- 49, jan./maio, 1971.

FOLK, Robert. Petrology of sedimentar rocks. Austin: Hemphill Publishing Company, 1974.

FURRIER, Max. Caracterização geomorfológica e do meio físico da Folha de João Pessoa- 1: 100.000. 2007. 358 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2007.

GIRONA. QGis software 3.0. 2016. Disponível em: https://www.qgis.org/pt_BR/site/forusers/download.html. Acesso em: 3 jul. 2021.

IBGE. Sinopse do censo demográfico 2010. [Brasília]: IBGE, 2019. Disponível em http://www.censo2010.ibge.gov.br /sinopse/index.php?dados=6&uf=00. Acesso em: 28 out. 2020.

INSTITUTO FECOMÉRCIO DE PESQUISAS ECONÔMICAS E SOCIAIS DA PARAÍBA – IFEP. Pesquisa anual do desempenho do Turismo na Região Metropolitana de João Pessoa. Pesquisa realizada junto aos turistas, ano 2014. Disponível em: www.fecomercio-pb.com.br/index. Acesso em: 20 jan. 2017.

JARDIM DE SÁ, Emanuel Ferraz. A Faixa Seridó (Província Borborema, Nordeste do Brasil) e o seu significado geodinâmico na cadeia brasiliana/ pan-africana. 1994. 736 f. Tese (Doutorado em Geologia) - Universidade de Brasília, DF, Brasília, DF, 1994.

JOÃO PESSOA. Legislação Municipal. Lei nº 2101 de 31 de dezembro de 1975. Revoga disposições do código tributário do município, lei Nº 1596, de 02.12.71, e dá outras providências. João Pessoa, PB: Prefeitura Municipal, 1975. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/pb/j/joao-pessoa/lei-ordinaria/1975/211/2101/lei-ordinaria-n-2101-1975-revoga-disposicoes-do-codigo-tributario-do-municipio-lei-n-1596-de-021271-e-da-outras-providencias. Acesso em: 28 jun. 2021.

JOÃO PESSOA. Legislação Municipal. Lei nº 2699, de 7 de novembro de 1979. Modifica o código de urbanismo, aprovado pela Lei nº 2102, de 31 de dezembro de 1975. João Pessoa, PB: Prefeitura Municipal, 1979. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/pb/j/joao-pessoa/lei-ordinaria/1979/269/2699/lei-ordinaria-n-2699-1979-modifica-o-codigo-de-urbanismo-aprovado-pela-lei-n-2102-de-31-de-dezembro-de-1975. Acesso em: 28 jun. 2021.

MOHRIAK, Webster. Bacias sedimentares da margem continental brasileira. In: BIZZI, Louis; SCHOBBENHAUS, Carlos; VIDOTTI, Rubens; GONÇALVES, João (ed.). Geologia, tectônica e recursos minerais do Brasil. Brasília: CPRM, 2003. p. 87 – 95.

MURILO, Cácio. Passeio de barco para as piscinas naturais de Picãozinho. João Pessoa: Férias Brasil, [2008]. Disponível em: https://m.feriasbrasil.com.br/pb/joaopessoa/passeiodebarcoparaaspiscinasnaturaisdepicaozinho.cfm. Acesso em: 4 jul. 2021.

OBRA para conter erosão no Cabo Branco, na PB, deve custar R$ 15 mi: falésia do Cabo Branco é considerada o ponto mais oriental das Américas. G1 Paraíba, João Pessoa, PB, 10 dez. 2011. Notícia. 1 foto [Cabo Branco] de Felipe Gesteira/Secom-JP. Disponível em: http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2011/12/obra-para-conter-erosao-no-cabo-branco-na-pb-deve-custar-r-15-mi.html. Acesso em: 5 jul. 2021.

PARAÍBA. [Constituição (2015)]. Constituição do Estado da Paraíba. Lei 6002/2004. João Pessoa, PB: Assembleia Legislativa: Centro Gráfico, 2015.

PARAÍBA: mapa pedológico do Estado da Paraíba. João Pessoa: SUDEMA, 2004. 1 mapa. Escala 1: 500.000.

PEREIRA, Luciano. Mapeamento do geopatrimônio e do patrimônio cultural da região de João Pessoa (Paraíba) para fins de geoturismo urbano e costeiro. 2019. 748 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade de Coimbra, Coimbra, PT, 2019.

PEREIRA, Luciano; AMARAL, Josali. Geoturismo urbano: análise da tipologia geológica e cultural da capitania da Parahyba. Cadernos de Estudos e Pesquisas do Turismo, Paraná, v. 3, n. 3, p. 239- 264, maio/ jul. 2014.

PEREIRA, Luciano; CARVALHO, Daniel; CUNHA, Lúcio. Methodology for the semi-quantitative evaluation of geoheritage applied to Coastal Geotourism in João Pessoa (Paraíba, Northest Brazil). Geoheritage, Berlim, Alemanha, n. 11, p. 1941–1953, jan./jul. 2019.

PEREIRA, Luciano; FARIAS, Thiago. Assessing the cultural values of the geodiversity in a Brazilian City: the Historical Center of João Pessoa (Paraíba, NE Brazil), Mata da Aldeia Chart. International Journal of Geoheritage and Parks, Beijing, China, v. 8, n.1, p. 59-73, maio/jul. 2020.

PEREIRA, Luciano; OLIVEIRA, Bruno; VIEIRA, Kleber. The look on the urban geoheritage of João Pessoa City: a guide to resignify rocks-document. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON GEOGRAPHY AND GEOSCIENCES, 2013, Paris, France. Proceedings […]. Paris: WASET, 2013. p. 299.

PIMENTEL, Marco. Hotel Tambaú. 2012. Disponível em: https://guiaviajarmelhor.com.br/10-praias-que-voce-precisa-conhecer-na-paraiba/. Acesso em: 4 jul. 2021.

PMJP entrega obra de proteção da barreira do Cabo Branco. Portal Correio, João Pessoa, 20 nov. 2020. Notícias. Disponível em: https://portalcorreio.com.br/pmjp-entrega-obra-de-protecao-da-barreira-do-cabo-branco/. Acesso em: 3 jul. 2021.

REIS, Christiane Moura. O litoral de João pessoa (PB), frente ao problema da erosão costeira. 2008. 363 f. Tese (Doutorado em Geociências) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

ROSSETTI, Dirce; VALERIANO, Maria; BEZERRA, Francisco; BRITO NEVES, Benjamin; GÓES, Antônio. Caracterização morfológica da porção sul da sub-bacia Alhandra, Bacia da Paraíba, com base em dados SRTM: contribuição na compreensão do arcabouço estrutural. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 14., 2009, Natal, RN. Anais [...]. Natal, RN: INPE, 2009. p. 3325- 3332.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2022v31n1p53

Direitos autorais 2021 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com