Análise das Implicações do Conceito de Estâncias Climáticas para os Municípios de São José dos Campos e Campos do Jordão – SP

Amâncio Rogério Eusébio Cardozo, Mário Valério Filho

Resumo


O presente estudo tem por objetivo analisar em que medida as características do clima das cidades de São José dos Campos-SP e Campos do Jordão-SP contribuíram para as definições de estâncias climáticas desses municípios, no primeiro quartel do século XX e em que medida elementos de ordem política e econômica influenciaram tal classificação. Os municípios de São José dos Campos e Campos do Jordão, localizados na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte do Estado de São Paulo, tiveram, em passado recente, a classificação de estância climática e de saúde. Posteriormente, os municípios perderam tais características e revelaram suas novas vocações para polo tecnológico – São José dos Campos -, e turismo – Campos do Jordão. A classificação de estância climática e de saúde foi um elemento vital na (re)construção da infraestrutura desses municípios. A dinamização do setor econômico de São José dos Campos e Campos do Jordão também foi advinda dessa classificação. A questão da classificação climática ou as características do clima foram apenas elementos na concepção de estância climática aos municípios de São José dos Campos e Campos do Jordão, prevalecendo os elementos de ordem econômica e política, com maior peso nessa classificação.

Palavras-chave


Planejamento urbano; Estâncias climáticas e de saúde; Ações políticas e econômicas; São José dos Campos; Campos do Jordão.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAKI, R. A História do clima de São Paulo. 2012. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, 2012.

CARVALHO, A. L. S. O Rio de Janeiro a partir da chegada da Corte Portuguesa: Planos, Intenções e Intervenções no século XIX. Paranoá, cadernos de arquitetura e urbanismo, v. 13, p. 55-63, 2014.

CHALHOUB, S. Cortiços. In: ______. Cidade Febril: cortiços e epidemias na Corte Imperial. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

EMPLASA. Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Portal do Governo do Estado de São Paulo. 2016. Disponível em Acesso em: 18 nov 2018.

HAMMERL, P. C. Campos do Jordão (SP): de estância de saúde à estância turística. In: CASTRO, Celso; GUIMARÃES, Valéria Lima; MAGALHÃES, Aline Montenegro. (Org.). História do Turismo no Brasil. 1. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2013, p. 165-176.

MENEGHINI, R.; ZANETTI, V.; GUIMARÃES, A. C. Memórias de uma tragédia urbana em Campos do Jordão/SP: amostra de relações permeadas pela condição de vulnerabilidade social. ACTA Geográfica, Boa Vista, v.13, n.31, p. 19-35, jan./abr. de 2019.

PINTO, S. L. C. A questão das estâncias climáticas no Estado de São Paulo: Morungaba como estudo de caso. 2014. 92 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, SP, 2014. Disponível em: . Acesso em: 8 ago. 2019.

PRÓ-MEMÓRIA São José dos Campos. Vicentina Aranha: Fotografo Desconhecido – 1950. 2019. Disponível em: Acesso em: 19 nov. 2019.

RIBEIRO JR., W.A. Coleção hipocrática / De ares, águas e lugares 12 e 16. Portal Graecia Antiqua, São Carlos. 2000. Disponível em: Acesso em: 08 set. 2019.

SANT´ANNA NETO, J. L. A Gênese da Climatologia no Brasil: O Despertar de uma Ciência. Rev. Geografia, AGETEO, Rio Claro, v. 28, p. 5-27, 2003.

SANTOS, M. Metamorfoses do Espaço Habitado, fundamentos Teórico e metodológico da geografia. Hucitec. São Paulo, 1988.

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Prefeitura. História: Características, aspectos históricos e culturais. 2019. Disponível em: . Acesso em :29 set. 2019.

SÃO PAULO (ESTADO) LEI N. 2.140, DE 01 DE OUTUBRO DE 1926. Cria uma Prefeitura Sanitária em Campos do Jordão e autorisa a acquisição do todos os bens pertencentes a Companhia Guarujá. São Paulo: Secretaria de Estado dos Negócios do Interior, em 8 de outubro de 1926. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/1926/lei-2140-01.10.1926.html

SILVA JUNIOR, M. H. et al. Classificação climática de Thornthwaite: uma proposta de adaptação para a região semiárida brasileira (Thornthwaite’s climate classification: an adaptation proposal for the Brazilian semiarid). Revista Brasileira de Geografia Física, [S.l.], v. 10, n. 6, p. 1760-1774, ago. 2017. ISSN 1984-2295. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2019.

VIANNA, P.V. C.; ZANETTI, V.; PAPALI, M. A. Geografia, saúde e desenvolvimento urbano no interior paulista na passagem para o século XX: Domingos Jaguaribe e a construção da Estância Climática de Campos do Jordão. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 21, n. 4, p. 1341-1360, dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-59702014000401341&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 20 out. 2019.

YNOUE, R. Y. et al. Meteorologia: noções básicas. São Paulo: Oficina de Textos, 2017.

ZANETTI, V. (Org.). Fase sanatorial de São José dos Campos: espaço e doença. São José dos Campos, SP: UniVap, 2010 327 p.

ZANETTI, V. “São José dos Campos, da Doença e dos Ares- entre a Indentidade e a Indiferença” in: PAPALI, Maria Aparecida (org) Histori(cidades): um olhar Multidisciplinar. São Paulo: Annablume, 2008




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2021v30n1p305

Direitos autorais 2020 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com