Complexo Eólico Chapada do Piauí I: Benefícios Sociais e Impactos Ambientais no Município de Marcolândia, Estado do Piauí

Jaerle Rodrigues Campêlo, Emanuel Lindemberg Silva Albuquerque, José Maria Marques de Melo Filho

Resumo


A busca por novas alternativas de geração de energia proveniente de fontes renováveis e limpas visa mitigar os impactos socioambientais provocados pela utilização dos combustíveis fósseis. Com o estabelecimento desse cenário, a energia eólica obtida por meio do “movimento dos ventos” ganhou bastante destaque, e no Brasil, sobretudo no Nordeste, em razão de suas características geográficas, encontrou condições favoráveis para seu desenvolvimento. Neste sentido, o presente trabalho objetivou analisar, de forma integrada, os impactos socioambientais oriundos da implantação do Complexo Eólico Chapada do Piauí I, nas comunidades localizadas no município de Marcolândia, na perspectiva de correlacionar as vantagens da geração de energia eólica com os conflitos ambientais e sociais que são identificados e materializados in loco. A implementação do Complexo provocou efêmero dinamismo econômico local e transformações na paisagem. A partir desta perspectiva, almeja-se que a análise em pauta possa contribuir com outros estudos que se propõem a discutir a transformação da paisagem local a partir da perspectiva socioambiental, tendo como pano de fundo a implantação de tecnologias de exploração eólica como matriz energética.

Palavras-chave


Energias renováveis; Energia eólica; Impactos socioambientais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2020v29n1p141

Direitos autorais 2020 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com