Classificação orientada a objeto (GEOBIA) aplicada à análise das alterações do uso e cobertura da terra da Bacia Hidrográfica do Rio da Prata em Jardim e Bonito - MS

Laís Coêlho do Nascimento Silva, Vitor Matheus Bacani Bacani

Resumo


O presente estudo tem como objetivo analisar as mudanças no uso e cobertura da terra da bacia hidrográfica do Rio da Prata, MS, no período de 1986 a 2016, a partir da abordagem de classificação orientada a objeto (GEOBIA - Geographic Object-Based Image Analysis). Utilizaram-se as imagens Landsat 5, sensor TM (Thematic Mapper) para os anos de 1986, 1996 e 2006 e Landsat 8, sensor OLI (Operational Land Imager) para o ano de 2016. Aplicando técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento, utilizou-se o software Envi 5.1 para a correção radiométrica e atmosférica e para classificação orientada a objeto: o Ecogntion 9, além do Arcgis 10.3. Foram definidas sete classes de uso da terra: agricultura, corpos aquosos, florestal, pastagem, áreas úmidas, vegetação arbórea e reflorestamento. Os resultados indicaram uma expansão agropecuária e consequentemente um decréscimo das áreas de vegetação arbórea. No período de 1986 a 2016, a pastagem teve um aumento de 13,11%, já as áreas de vegetação arbórea tiveram uma supressão de 21,37%. Sendo assim, destaca-se a importância da análise do uso da terra, com auxílio do sensoriamento remoto e geoprocessamento, para indicar estratégias para ordenamento ambiental na bacia do Rio da Prata, MS.

Palavras-chave


Uso do solo; Sensoriamento remoto; Análise espaço-temporal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2017v26n1p05

Direitos autorais 2017 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com