Relações entre o comportamento climático e doenças respiratórias em Barreiras/BA

Eneas Denieste de Oliveira Porto, Marcelo de Oliveira Latuf

Resumo


A influência de parâmetros meteorológicos e antrópicos nas condições da saúde da população permitem, à ciência geográfica, analisar essa relação, seja por meio de métodos estatísticos ou técnicas de análise espacial. Na cidade de Barreiras, localizada na região Oeste da Bahia, o incremento populacional nas últimas quatro décadas foi expressivo com aproximadamente 3.100 hab.ano-1 no período de 1980 a 2015. As condições atmosféricas podem ser apontadas como um dos principais condicionantes a problemas de saúde pública a esta população, com destaque para as doenças do aparelho respiratório, que ocupam a terceira posição das causas de internações na cidade de Barreiras/BA, o que demanda ações das diversas esferas de gestão. Desta forma, buscou-se neste trabalho realizar uma análise geográfica, com investigação da ocorrência das principais doenças respiratórias e os períodos de maior incidência, a partir dos dados disponíveis no sistema DATASUS, bem como a verificação de dados meteorológicos utilizados na associação entre os mesmos, no período de 2000 a 2010. Resultados apontam a existência de uma associação entre o comportamento das condições atmosféricas e a ocorrência de doenças do aparelho respiratório, com destaque para as faixas etárias de crianças e idosos.

Palavras-chave


Geografia da saúde; Saúde pública; Climatologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2017v26n2p164

Direitos autorais 2017 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com