De Onde Parte o Ensino Escolar da Geografia: Considerações Acerca da Relação Espaço Vivido e Ensino-Aprendizagem

Raquel Leite Braz

Resumo


No espaço escolar, várias representações se manifestam através de símbolos que podem ter significados diversos para locais diferentes, pois cada lugar tem uma lógica própria que cria particularidades singulares e do confronto destas, identidades se estabelecem. O objetivo deste estudo é apresentar o lugar, o espaço vivido; entendido aqui como o lugar ao qual o indivíduo se sente parte, pertencente; como conceito geográfico que permite explicar o contexto e estabelecer relações que reflitam positivamente no processo de ensino-aprendizagem. A utilização de práticas metodológicas participativas, supridoras da fragmentação e estimuladoras da alteridade, permite uma maior compreensão dos diferentes grupos e culturas. A partir das representações do lugar podemos proporcionar aos estudantes o estabelecimento de uma identidade com os conteúdos. No estudo proposto, observou-se que o professor pode e deve utilizar o “espaço vivido dos estudantes” para proporcionar o conhecimento da sua realidade e trabalhar o aprendizado da ciência geográfica

Palavras-chave


Identidade Geográfica; Espaço Vivido; Metodologias Participativas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2015v24n1p125

Direitos autorais 2015 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com