Determinantes morfoestruturais na gênese do relevo no Planalto de Palmas (Pr)/Água Doce (SC) – Sul do Brasil

Jacson Gosman Gomes de Lima, Marga Eliz Pontelli

Resumo


No Planalto de Palmas (PR)/Água Doce (SC), realizou-se análise morfoestrutural da rede de drenagem. Para a obtenção dos resultados foram efetuados trabalhos de campo e laboratório. Em campo foram estabelecidas a densidade e a orientação (azimutes) das juntas de 18 afloramentos de rocha. Em laboratório por meio de fotointerpretação confeccionou-se mapa de drenagem em escala 1:25.000, a partir da análise da rede hidrográfica individualizaram-se lineamentos negativos, curvas anômalas e cotovelos de drenagem. Conhecendo a orientação dos lineamentos negativos, bem como dos canais de primeira ordem, das falhas inferidas e das juntas das rochas foram confeccionados gráficos de roseta. A comparação do grau de concordância direcional entre tais feições demonstra que ambas têm orientação predominante NW, coincidindo com a orientação do lineamento tectônico do Rio Iguaçu. Desse modo, concluiu-se que o relevo do Planalto de Palmas (PR)/Água Doce (SC) é influenciado por esta grande feição estrutural.


Palavras-chave


Palavras-chave: análise morfoestrutural, rede de drenagem, Planalto de Palmas (PR)/Água Doce (SC).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2013v22n3p81

Direitos autorais 2014 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com