Abordagem Sistêmica Aplicada ao Complexo Agroindustrial da Soja, Extremo Oeste da Bahia.

Liliane Matos Góes, Ednice de Oliveira Fontes, Archimedes Perez Filho

Resumo


A presente pesquisa objetivou compreender a estrutura, a dinâmica e o funcionamento do sistema antrópico a partir de inputs inovadores fornecidos ao ambiente em áreas cultivadas na mesorregião do Extremo Oeste Baiano, em particular os municípios de Barreiras, Correntina, Luís Eduardo Magalhães e São Desidério. A abordagem sistêmica permitiu entender as conexões, o caráter dinâmico e mutável da organização espacial por meio de parâmetros quantitativos disponibilizados por institutos de pesquisa federal e estadual. Os resultados revelaram o grau de organização do sistema antrópico promovido especificamente pelo subsistema antecedente população e o subsistema subsequente agricultura. A apropriação do sistema físico ambiental para fins agrícolas resultou na especialização produtiva regional no Estado da Bahia. Constatou-se também que o subsistema agricultura é controlado, condicionado e dependente do subsistema clima (mesmo em se tratando de culturas submetidas a melhoramentos genéticos), pois os inputs energéticos de matéria e energia fornecidos ao subsistema agricultura acarretaram em rupturas abruptas na produção de grãos de soja e nos fluxos de capitais gerados aos subsistemas agricultura, indústria e urbano. Portanto, a organização espacial enquanto categoria de análise da Geografia permite entender de forma sistêmica a totalidade das relações e as respectivas permutas de matéria, energia e informação entre o sistema antrópico e o geossistema.


Palavras-chave


Sistema Antrópico. Municípios do Agronegócio da Soja. Agricultura Científica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2014v23n2p71

Direitos autorais 2015 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com