A Governança em Arranjos Produtivos Locais (APLS): Algumas Considerações Teóricas e Metodológicas

Lucas Labigalini Fuini

Resumo


O presente artigo visa explorar com mais profundidade um dos aspectos mais difundidos e de mais difícil compreensão e sistematização nos estudos sobre aglomerações e Arranjos Produtivos Locais (APLs): suas formas de governança. Entendemos que a governança em APLs representa um tipo de coordenação entre agentes que constroem, em um processo contínuo de conflito e cooperação, pactos e compromissos para o desenvolvimento econômico de territórios locais e regionais. Posto isso, nossa análise se assenta em um conjunto de referenciais bibliográficos selecionados que nos permite analisar a governança dos arranjos produtivos nos seguintes aspectos: do conceito, das metodologias, da política pública e de suas limitações enquanto tema científico e ferramenta prática de intervenção.


Palavras-chave


Conceitos geográficos; Geografia econômica; Ensino de Geografia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2014v23n1p57

Direitos autorais 2015 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com