Classificação Geoambiental das unidades de relevo da bacia do Igarapé Belmont em Porto Velo - Rondônia

Salem Leandro Moura dos Santos, Eloiza Elena Della-Justina, Maria Madalena Ferreira

Resumo


Este estudo apresenta a classificação de unidades geoambientais da bacia do Igarapé Belmont na cidade de Porto Velho – RO, em uma escala de detalhe de 1:25.000, onde os diferentes padrões de organização das unidades  foram mapeados. Para este estudo, foi utilizada a metodologia de Abordagem Paramétrica do Relevo (parametric approach) de Lollo (1996), que visa à delimitação de diferentes feições do ambiente baseada na morfometria do relevo. Para isto, utilizou-se como base o mapa Geomorfológico da Bacia do Igarapé Belmont de Santos (2010), que classificou em escala de detalhe as unidades do relevo morfométricamente e morfológicamente da bacia do Belmont. Foi possível classificar todas as unidades da bacia do Igarapé Belmont, que resultou no mapeamento de 10 tipos de unidades geoambientais, com suas potencialidades e restrições ambientais.

 

Palavras-Chave: Mapeamento, Morfometria, Potencialidade, Restrição.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2013v22n2p25

Direitos autorais 2014 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com