A cooperação agrícola nos assentamentos: uma proposta política

João Edmilson Fabrini

Resumo


A expansão das relações capitalistas no campo foi acompanhada pelo processo de expropriação/expulsão dos trabalhadores rurais. Diante desse quadro, a partir do final da década de 70 os trabalhadores rurais passaram a se organizar e a conquistarem a terra. Os sem terra assentados procuram organizar a produção desenvolvendo ações coletivas na terra, onde se destacam as Cooperativas de Produção Agrícola. A viabilidade da produção cooperativa nos assentamentos não deve ser entendida exclusivamente a partir do aspecto econômico, pois as cooperativas transformam-se numa retaguarda política para acumular forças na realização da Reforma Agrária e mudança da sociedade. Assim, a produção agrícola cooperativa nos assentamentos está articulada, sobretudo, às questões políticas e ideológicas.

 

 


Palavras-chave


Cooperação agrícola; Assentamentos; Reforma agrária; Ideologia; Política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2000v9n1p67

Direitos autorais 2011 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com