Comparação de métodos de determinação de área: superfície foliar do feijoeiro

Teresinha E. S. Reis, Luiz Carlos Reis, Omar Neto Fernandes Barros

Resumo


A determinação de área é questão básica em Cartografia, Geografia, assim como, a medida de superfície foliar é parâmetro indispensável nas investigações fisiológicas, biogeográficas e agronômicas, nas mais diferentes espécies vegetais, para determinação ou estimativa da superfície fotossinteticamente ativa, taxa de transpiração, capacidade de crescimento ou de produção dentre outros. O presente trabalho foi conduzido no campus da Fundação Faculdade de Agronomia "Luiz Meneghel” em Bandeirantes, Paraná e teve como objetivo analisar os métodos determinação de área foliar e, como exemplo, identificar aquele que melhor se adapte às condições de campo, sem erradicação de folhas ou plantas da cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.), cultivar carioquinha. Trabalhou-se com os métodos do planímetro, quadrícula, gravimétrico, coordenadas, integrador foliar (folíolo in natura), integrador foliar (cópia heliográfica), elipse circunscrita e retângulo circunscrito. Constatou-se que não houve diferença significativa entre os métodos utilizados e que, no campo, os métodos da elipse e do retângulo circunscritos são eficientes para a avaliação da área foliar da cultura do feijoeiro, cultivar carioquinha.

 

 


Palavras-chave


Metodologia; Superfície foliar; Avaliação; Feijão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2000v9n2p151

Direitos autorais 2011 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com