Gênesis, permanência e memória no poema “Árvore de Arthur Camilo”, de Edimilson de Almeida Pereira

Manoela Fernanda Silva de Matos

Resumo


O presente artigo debruça-se sobre a poética de Edimilson de Almeida Pereira, a partir da análise do poema “A Árvore dos Arturos”, cujos ancestrais busca rememorar por meio de sua árvore genealógica. A Comunidade Negra dos Arturos surge em Contagem-MG, com o “tronco véio” Arthur Camilo Silvério, filho de Camilo Silvério da Silva e Felisbina. Este poema retrata a gênesis dos Arturos deste Camilo Silvério e Felisbina, fortalecendo-se na figura de Arthur Camilo e Carmelinda, e permanecendo na memória de seus descendentes com as vivências da Comunidade e, principalmente, dos ritos e preceitos da Congada que transcende a linha tênue entre céus e terra, mito e real, assim se fez a Comunidade Negra dos Arturos, assim são os Arturos.

Palavras-chave


Arturos; Gênesis; Memória; Edimilson de Almeida Pereira

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Mário de. Danças dramáticas do Brasil. 2. ed. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 2002.

CANDIDO, Antônio. Literatura e sociedade. 9. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2006.

CEZAR, Lilian Sagio. Saberes contados, saberes guardados: a polissemia da congada de São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais. Horiz. Antropol., Porto Alegre, v.18, n. 38, jul./dez. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832012000200008. Acesso em: 12 abr. 2020.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de Símbolos. 18. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2003.

DAMASCENO, Benedita Gouveia. Poesia Negra no modernismo brasileiro. Campinas: Pontes Editores, 1988.

DUARTE, Eduardo de Assis. Por um conceito de literatura afro-brasileira. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/literafro/arquivos/artigos/teoricosconceituais/Artigoeduardo2conceitodeliteratura.pdf. Acesso em: 19 jul. 2020.

FERREIRA, Amanda Crispim. Escrevivências, as lembranças afrofemininas como um lugar da memória afro-brasileira: Carolina Maria de Jesus, Conceição Evaristo e Geni Guimarães. 2013. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.

FONSECA, Maria Nazareth Soares. Poesia afro-brasileira- vertentes e feições. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/literafro/arquivos/artigos/teoricosconceituais/ ArtigoNazareth2Poesiaafrobrasileira.pdf. Acesso em: 19 jul. 2020.

GOMES, Núbia Pereira de Magalhães; PEREIRA, Edimilson de Almeida. Arturos: olhos do Rosário. Belo Horizonte: Mazza Edições, 1990.

GOMES, Núbia Pereira de Magalhães; PEREIRA, Edimilson de Almeida. Negras raízes mineiras: Os Arturos. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2000.

LIMA, Luciano Rodrigues. Poesia negra contemporânea: o redescobrimento do Brasil. Discurso poético, consciência e atitude. Salvador, texto digitado.

NASCIMENTO, Gizêlda Melo. O negro como objeto e sujeito de uma escritura. In: SILVA, Lúcia Helena Oliveira; FERNANDES, Frederico Augusto Garcia (org.). Caderno Uniafro 1: Cultura Afro-brasileira: expressões religiosas e questões escolares. Londrina: EDUEL, 2007, p. 56-68.

OLIVEIRA, Rosângela Paulino de. Ritos de mortes no congado mineiro: os Arturos. REVISTA M. Rio de Janeiro, v. 3, n. 6, p. 421-441, jul./dez. 2018. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/revistam/article/download/9048/7778. Acesso em: 31 mar. 2020.

PEREIRA, Edimilson de Almeida. Casa da palavra: obra poética 3. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003.

PEREIRA, Edimilson de Almeida. Malungos na escola: questões sobre culturas afrodescendentes e educação. São Paulo: Paulinas, 2007.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 3-15, 1989.

SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos: ensaios sobre dependência cultural. São Paulo: Perspectiva: Secretária da Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, 1978.

SILVA, Marcelo José da. (Re) conhecer-se. O brado da literatura afro-brasileira contemporânea. In: CELLI- Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários, 2007, Maringá. Anais... Maringá, 2009, p. 633-640.

SODRÉ, Jaime. Educaxé: Ancestralidade na perspectiva da Educação. Disponível em: http://mundoafro.atarde.uol.com.br/educaxe-ancestralidade-na-perspectiva-da-educacao/. Acesso em: 17 jul. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.