Recepção literária e mídias: uma breve análise de The Handmaid’s Tale

Fellip Agner Trindade Andrade

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar e discutir algumas das novas formas de recepção literária na era digital por meio das diferentes mídias e sua convergência. Apresentando um breve panorama a respeito das influências das mídias na performance literária de uma obra, tomaremos como exemplo o caso de The Handmaid’s Tale (O conto da aia), da autora canadense Margaret Atwood, o qual, após mais de três décadas de sua primeira publicação, alcançou sucesso expressivo de público graças à sua adaptação em série e sua apropriação cultural e política nas redes sociais, ampliando sua recepção para além das páginas dos livros.


Palavras-chave


The Handmaid’s Tale; Mídias; Cultura da convergência; Recepção literária.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Fellip Agner Trindade. “Leitores conectados, leituras compartilhadas”. In: CASTELANO, Karine Lôbo; HENRIQUE, Adalberto Romualdo Pereira (orgs.). Estudos interdisciplinares em educação, comunicação e novas tecnologias. Jundiaí: Paco, 2018.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido. Rio de Janeiro: Zahar, 2004. Disponível em: https://new.vk.com/doc259715455_314860466?hash=747bfbffb8c3cbf6ba&dl=bea45f5f1665fc7f7f. Acesso em: 29 jun. 2017.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CANCLINI, Néstor García. Leitores, espectadores e internautas. São Paulo: Iluminuras, 2008.

CANDIDO, Antonio. A educação pela noite & outros ensaios. São Paulo: Ática, 1989.

EBERT, Vagner. Assassin’s Creed e transmídia: convergências e jogabilidades. Passo Fundo: UPF, 2017. Disponível em: http://tede.upf.br/jspui/bitstream/tede/1213/2/2017 VagnerEbert.pdf. Acesso em: 15 out. 2019.

EL PAÍS. Protesto de mulheres contra Trump reúne dezenas de milhares nos EUA, 2017. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/01/21/internacional/1485009994_ 849896.html. Acesso em: 31 jan. 2019.

GUPTA, Suman. Globalization and Literature. Cambridge: Polity Press, 2009.

GUPTA, Suman. Re-reading Harry Potter. Hampshire: Palgrave Macmillan, 2009.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

MELLO, Patrícia Campos. Marcha das Mulheres reúne milhares contra Trump em todo o mundo, 2017. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/01/ 1851963-marcha-das-mulheres-reune-milhares-contra-trump-em-washington.shtml. Acesso em: 31 jan. 2019.

ONG, Walter. Oralidade e cultura escrita: a tecnologização da palavra. São Paulo: Papirus, 1998.

PBS. Margaret Atwood on why 'The Handmaid's Tale' has political appeal now, 2018. Disponível em: https://www.facebook.com/thatmomentwhenshow/videos/ 313401126178120/. Acesso em: 31 jan. 2019.

SOUZA JÚNIOR, Paulo Cesar de. Entre jogador e leitor: análise semiótica da adaptação de “Assassin's Creed” para romance. Niterói: UFF, 2015. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/bitstream/1/2942/1/Dissertação%20de%20mestrado%20-%20Paulo%20%20Cesar%20de%20Souza%20Júnior.pdf. Acesso em: 15 out. 2019.

UNESCO. Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos, 2015. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000232565_por. Acesso em: 31 jan. 2019.

WARKENTIN, Elizabeth. Margaret Atwood on 'The Handmaid's Tale,' the Women's March and More, 2017. Disponível em: https://www.teenvogue.com/story/margaret-atwood-the-handmaids-tale-interview. Acesso em: 31 jan. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.