Imagens suprarreais para Um Pé de Milho, de Rubem Braga

Adriano Chagas, Cláudia Camardella Rio Doce

Resumo


O artigo analisa as imagens evocadas pelo escritor Rubem Braga na crônica intitulada “Um pé de milho”. Investigam-se os sentidos que emanam das imagens, assim como que formas de representações o escritor agencia para escrever na modalidade “crônica-poema em prosa”, uma vez que há uma influência – reconhecida, porém não apreciada pelo poeta - do Surrealismo, que se aprofunda no real e resulta em um realismo que não se quer ingênuo. A crônica braguiana traz um mundo onírico vigiado pela razão, um instante de inteligência para traduzir o corriqueiro. Embora utilize recursos que emanam do inconsciente, Braga não deixa de empregar, na sua produção, o verossímil.


Palavras-chave


Rubem Braga; Crônica; Surreal; Verossímil

Texto completo:

PDF

Referências


APOLLINAIRE, Guillaume. Calligrammes. Paris: Gallimard, 1999. p. 67-69.

BENJAMIN, Walter. O surrealismo: O último instantâneo da inteligência Européia. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: obras escolhidas. Tradução: Sérgio P. Rouanet. 7 ed. São Paulo: Brasiliense, 1994. p. 21-35.

BETELLA, K. B. Sete faces para Rubem Braga. IRevista D.O. Leitura, São Paulo, ano 22 , n. 05, p. 26-31, 2004.

BRAGA, Rubem. Um pé de milho. In: BRAGA, Rubem. 200 (Duzentas) crônicas escolhidas. 22 ed. Rio de Janeiro: Record, 2004. p. 77.

BRETON, A. Manifesto do surrealismo. In: TELES, G. M. Vanguarda europeia e modernismo brasileiro: apresentação dos principais poemas, manifestos, prefácios e conferências vanguardistas, de 1857 a 1972. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 174-208.

CANDIDO, Antonio. A vida ao rés-do-chão. In: CANDIDO, Antonio. Recortes. São Paulo: Cia das Letras, 1993. p. 23-29.

CANDIDO, Antonio. Literatura e cultura de 1900 a 1945. In: CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade: Estudos de Teoria e História Literária. 2 ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1967. p. 127-160.

COUTINHO, Afrânio. Ensaio e crônica. In: COUTINHO, Afrânio. A literatura no Brasil. 6 ed. Rio de Janeiro: Sul Americana, 1971. v. 6, p. 105-128.

DUPLESSIS, Yves. O surrealismo. 2 ed. Tradução: Pierre Santos. São Paulo: Difusão Européia do livro, 1963. p. 51-54.

FRANCHETTI, P. E.; PECORA, A. A. B. Rubem Braga. Seleção de textos, notas, estudos biográfico, histórico e crítico. São Paulo: Abril Educação, 1980.

MOISÉS, Massaud. Crônica. In: FRANCHETTI, P. E. A criação Literária: Prosa 2. 9 ed. São Paulo: Cultrix, 1967. p. 101-120.

SEVCENKO, Nicolau. O vento nas trincheiras é quente. In: SEVCENKO, Nicolau. Orfeu extático na metrópole. São Paulo: Cia das letras, 2003. p. 153-222.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.