Philadelpho Menezes e a interpoesia: entre bits e links

Vinícius Silva de Lima

Resumo


Este artigo aborda o trabalho poético experimental produzido por Philadelpho Menezes com o meio digital, que resultou na produção do CD-ROM Interpoesia, lançado em 2000. Destacamos o pioneirismo, concepção, teorização e execução do projeto que introduziu a interatividade na poesia brasileira. Entendemos que toda obra de Menezes é fruto de uma fusão do discurso verbal, visual e sonoro, que se amplia ainda mais com a introdução da tecnologia digital, expandindo a linguagem poética para ambientes até então nunca explorados. 


Palavras-chave


Philadelpho Menezes; Poesia digital; Interatividade

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIO, Jorge Luiz. Um exemplo de poesia digital brasileira. Revista Galáxia, n.1, p. 255-259. 2001

AZEVEDO, Wilton. Interpoesia: o início da escritura expandida. Paris: Laboratoire de Paragraphe, 2009.

CAMPOS, AUGUSTO DE. Não. São Paulo: Perspectiva, 2003.

COSTA, Cristiane. Novas estratégias narrativas nos meios digitais. Deslocamentos Críticos. São Paulo: Babel; Itaú Cultural, 2011. Disponível em: www.pacc.ufrj.br/wpcontent/uploads/Artigo_Itau_Final_CristianeCosta.pdf. Acesso em: 24 set. 2013.

FERREIRA, Ana Paula. Espaço e ambiência em poesia digital. Revista O Eixo e a Roda, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 35- 55, 2001. Disponível em: www.letras.ufmg.br/poslit/08_publicacoes_pgs/Eixo%20e%20a%20Roda%2020,%20n.2/02-Ana%20Paula%20Ferreira.pdf. Acesso em: 7 out. 2014.

HIGGINS, Dick. Horizons. The Poetics and Theory of the Intermedia. Carbondalle and Edwardsville: Southern Illinois University Press. 1984.

JAKOBSON, R. Linguística e comunicação. 22.ed. São Paulo: Cultrix, 2010.

MACHADO, Irene; ANTÔNIO, Jorge Luiz;e MIRAULT, Maria Ângela. Philadelpho Menezes: crítica a cultura e experimentação poética. Revista Galáxia, n.2, p.171-183, 2001.

MENEZES, Philadelpho; AZEVEDO, Wilton. Interpoesia: Poesia Hipermídia Interativa. São Paulo: Universidade Mackenzie, 2000.

MENEZES, Philadelpho. 4 Achados Construídos. Arte: Ana Aly. São Paulo: Edição do autor, 1980.

MENEZES, Philadelpho. Poesia Intersignos: Do impresso ao sonoro e ao digital. In: MENEZES, Philadelpho. Catálogo homônimo. Paço das Artes, São Paulo, 1998.

MENEZES, Philadelpho. From Visual to Sound Poetry: the technologizing of the word. Revista Face, São Paulo, S1, 1998b. Disponível em: www.pucsp.br/~cos-puc/face/s1_1998/poesia2.htm. Acesso em: 3 out. 2014.

PLAZA, Julio. Tradução Intersemiótica. São Paulo: Perspectiva, 2010.

POUND, Ezra. ABC da Literatura. São Paulo: Cultrix, 2007.

REIS, Pedro. Media digitais: novos terrenos para a expansão da textualidade. Texto Digital, Florianópolis, v.8, n.2. p.256-272, 2012.

SANTAELLA, Lúcia. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2004.

SANTAELLA, Lúcia. Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SANTAELLA, Lúcia. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

TOSIN, Giuliano. Aspectos do Panorama Contemporâneo da Poesia Experimental: Tecnologia, Significação, Hipermídia, Interatividade e Autoria. In: ENCONTRO DOS NÚCLEOS DE PESQUISA DA INTERCOM: NP 15: SEMIÓTICA DA COMUNICAÇÃO, 5., 2005, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: Intercom, 2005.. Disponível em: www.intercom.org.br/papers/nacionais/2005/resumos/R1674-1.pdf. Acesso em: 3 out. 2014.

WIRTH, Uwe. Hypertextuelle Aufpropfung. In: MEYER, Urs; SIMANOWSKI, Roberto; ZELLER, Christoph. Transmedialität: zur Ästhetik paraliterarischer Verfahren. Wallstein Verlag, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.