Reflexos da Máquina do mundo recriada – e novamente evitada – em Junco (2011), de Nuno Ramos

Luis Eduardo Veloso Garcia

Resumo


O artigo em questão procurará fazer uma leitura do livro Junco (2011), de Nuno Ramos, através da escolha de alguns trechos de poemas presentes na obra para compreender o exercício de ressignificação do poema "Máquina do Mundo", de Carlos Drummond de Andrade, presente no livro Claro Enigma (1951). Baseado no conflito da matéria e a leitura que ela nos traz, tanto em Drummond quanto em Ramos, veremos aqui a força de significação que o enigma das imagens de um cão morto e de um junco encontrado na beira da praia podem ter, tão forte quanto as pedras das ruas de Minas Gerais para o poeta Drummond. 

 


Palavras-chave


Nuno Ramos; Junco; Carlos Drummond de Andrade; Máquina do Mundo

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Carlos Drummond de. Claro Enigma. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

BOSI, Alfredo. A máquina do mundo’ entre o símbolo e a alegoria. In: BOSI, Alfredo. Céu, inferno. São Paulo, Editora 34, 2003.

CÍCERO, Antônio. Drummond e a modernidade. In: CÍCERO, Antônio. Finalidades sem fim: ensaios sobre poesia e arte. São Paulo: Companhia da Letras, 2005. p. 73-93.

MERQUIOR, José Guilherme. A máquina do mundo’ de Drummond. In: MERQUIOR, José Guilherme. A razão do poema. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 1965. p.77-88.

MOORE, Marianne. Poemas. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

RAMOS, Nuno. Entrevista Nuno Ramos sobre o livro Junco, 2013. Entrevista concedida a Débora Arau. Disponível em: http://vimeo.com/61180287.Acesso em: 20 jan. 2015.

RAMOS, Nuno. Cujo. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

RAMOS, Nuno. Junco. São Paulo: Iluminuras, 2011.

STUDART, Júlia. Máquina do mundo cão. O Globo. Caderno Prosa e Verso, 14 jan.2012.

STUDART, Júlia. Ciranda da Poesia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2014.

SÜSSEKIND, Flora. Apresentação a Junco. In: RAMOS, Nuno. Junco. São Paulo: Iluminuras, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.