Apresentação

Sara Wagner York

Resumo


Para esse dossiê, contamos especialmente com trabalhos que explorem as possibilidades de articulação entre as vivências LGBTI+ e a experiência da deficiência na/da Educação e/ou Formação, propondo uma reflexão sobre os trânsitos teóricos e práticos que as teorias crip e outras de mesma abordagem permitem. Também serão aceitos trabalhos que reflitam sobre a normatização e hierarquização de todo tipo de corpo considerado dissidente, as chamadas corporalidades dissidentes em espaços socioeducativos.
Nesse sentido, apresentamos os textos que compõem este dossiê temático com que coadunam para o reforço da produção crip, sobretudo pensada por uma travesti-PcD-migrante, o que intensifica formas-registro, produção de arquivo e registro que evidenciem os aspectos deste nosso tempo. A produção desse dossiê contou inicialmente com apoio de grandes parceiros e ao longo da ascensão pandêmica do COVID19, éramos cada dia mais empurrados à superação de tantas perdas


Palavras-chave


Sexualidade; Deficiência; Crip; Educação

Texto completo:

PDF

Referências


CLARE, Eli. "Stolen bodies, reclaimed bodies: Disability and queerness." Public Culture 13.3. p. 359-365, 2001.

DAVIS, Lennard J. Enforcing Normalcy: disability, deafness, and the body. London; New York: Verso, 1995.

GONÇALVES Jr, Sara Wagner Pimenta. Corpos transgressores: Politicas de resistências. Campinas-SP. Pontes. 2018.

JESUS, Danie Marcelo de; MELO, Glenda Cristina Valin de;TCHALIAN, Vicente;GONÇALVES Jr, Sara Wagner Pimenta. Corpos transgressores: Politicas de resistências. Campinas-SP. Pontes. 2018.

MELLO, Anahi G.; GAVÉRIO, Marco Antonio. Facts of cripness to the Brazilian: dialogues with Avatar, the film. Anuário Antropológico, v. 44, n.1, p. 43-65, 2019.

MELLO, Anahi Guedes de. Politizar a deficiência, aleijar o queer: algumas notas sobre a produção da hashtag #ÉCapacitismoQuando no Facebook. Em PRATA, N.;. PESSOA, S. C (Ed.). Desilgualdades, gêneros e comunicação. São Paulo: Intercom, 2019. p. 125–142.

RUBIN, Gayle. Políticas do Sexo. São Paulo: Ubu Editora, 2017.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Cruel Pedagogia do Vírus. Coimbra: Almedina, 2020.

VERGUEIRO, Viviane. Sou travestis: estudando a cisgeneridade como uma possibilidade decolonial. Brasília: Padê Editorial, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2021v6n1p3

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença 
Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.