v. 8, n. 15 (2014)

A imagem de capa foi criada pelos artistas norte-americanos e gêmeos idênticos, Doug Starn e Mark Starn. Seria um retrato convencional, que criaria a ilusão de uma identidade sólida, perene e que não seria levada pelas águas do tempo? Na (de)composição dos Starn, a “identidade” é colada, material e simbolicamente, a partir de uma série de imagens mais ou menos desconexas que tentam formar de modo frágil um todo estilhaçado, que trai a pretensão de coerência. Tentamos agarrar o todo, mas encontramos os fragmentos... e afinal, não seriam eles também partes obliteradas de nós?

                                                      Richard Gonçalves André 

STARN, Doug; STARN, Mark. Double Starn portrait, 1985-1986. Disponível em: http://digitalimagingandphotography.blogspot.com.br/2011/07/doug-and-mike-starn.html. Acesso em: 20 dez. 2014.

Sumário

Apresentação

Richard André
PDF
2-4

Artigos gerais

Marta Cordeiro
PDF
5-29
Amanda Maurício Pereira Leite
PDF
30-45
Luiz Carlos da Silva
PDF
46-74
Maria Grijó Simonetti, Gabriela Santos Alves
PDF
100-115
Paloma Coelho
PDF
75-99
Maria da Conceição Francisca Pires, Sergio Luiz Pereira da Silva
PDF
116-135
Maria Raquel da Cruz Duran
PDF
136-154
Neiva de Alquino Albres, Vânia de Aquino Albres Santiago
PDF
155-179