As potencialidades dos objetos para a construção da identidade: o caso da Faculdade de Enfermagem.

Diego Lemos Ribeiro, Marina Duarte Gutierre

Resumo


O trabalho apresentado investiga a vontade de memória da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas, demonstrada através do ato de selecionar objetos que representam seu fazer profissional e sua caminhada institucional. A seleção de objetos implica na compreensão de conceitos relacionados à coleção e no trajeto até essa definição. Além disso, refletirá sobre a potencialidade que os objetos preservados têm - ou podem adquirir- na construção da memória e identidade do grupo estudado, e como esse potencial é afetado pela forma como são exibidos. 


Palavras-chave


Memória; Identidade; Coleção; Faculdade de Enfermagem.

Texto completo:

PDF

Referências


BRUNO, Maria Cristina. Estudos de Cultura material e coleções museológicas: avanços, retrocessos e desafios. In: Cultura Material e Patrimônio de Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências afins – MAST, 2009.

CANDAU, Joel. Memória e Identidade. São Paulo: Editora Contexto, 2012.

CANDAU, Joel. Bases Antropológicas e expressões mundanas na busca patrimonial: memória, tradição e identidade. In: Revista Memória em Rede, Pelotas: v.1, n.1, 2010, p. 43-58.

CASTELLS, Manuel. O Poder da Identidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. Teorias antropológicas e objetos materiais. In: Antropologia dos objetos: coleções, museus e patrimônios. Rio de Janeiro: Editora Garamond Ltda., 2007.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos; BITAR, Nina Pinheiro e GUIMARÃES, Roberta Sampaio [orgs.]. A alma das coisas: patrimônio, materialidade e ressonância. Rio de Janeiro: Mauad X: Faperj, 2013.

GRANATO, Marcus. Panorama sobre o Patrimônio da Ciência e Tecnologia no Brasil: Objetos de C&T. In: GRANATO, Marcus; RANGEL, Marcio F. (Orgs.). Cultura Material e Patrimônio de Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências afins – MAST, 2009.

KANTORSKI, Luciane. Entrevista concedida a autora através de meio digital (e-mail), em outubro de 2015.

LOURENÇO, Marta. O patrimônio da ciência: importância para a pesquisa. Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio – Rio de Janeiro: Unirio |MAST, v.II, n.1, 2009, p. 47-53.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: a problemática dos lugares. Projeto História, n. 10, 1993, p. 7-28.

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM E OBSTETRÍCIA (Pelotas, Rio Grande do Sul). Cursos e Faculdades. Disponível em

< http://www.cursosefaculdades.com.br/pos-graduacao-em-enfermagem-e-obstetricia-rio-grande-do-sul-pelotas-ufpel-FO-18572>. Acesso em 03 de maio de 2015.

POLLAK, Michael. Memoria e Identidad social. In: Memoria, Olvido Silencio: La producción social de identidades frente a situaciones limite. La Plata – Buenos Aires: Ediciones Al Margen, 2006.

RUEDA, Valéria; FREITAS, Aline de; VALLS, Valéria Martin. Memória Institucional: Revisão de literatura. Revista CRB-8 Digital, São Paulo: v. 4, n. 1, 2011, p. 78-89.

SILVA, Helenice Rodrigues da. “Rememoração”/Comemoração: as utilizações sociais da memória. Revista Brasileia de História. São Paulo: v. 22, n, 44, 2002, p. 425-438.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2021v15n28p200

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126