Memória e história dos sem nome: o uso das fotografias de identificação nos documentários de Rithy Panh

Tomyo Costa Ito

Resumo


Este trabalho analisa a retomada das fotografias de identificação tiradas na prisão S-21 em quatro documentários de Rithy Panh: Bophana, a cambodian tragedy (1996), S-21: The Khmer Rouge Killing Machine (2002), Duch, The Master of the Forges of Hell (2011) e The Missing Picture (2013). Buscamos analisar as variações dos procedimentos cinematográficos da retomada das fotografias, considerando-as como exercício incessante de interpretação dentro da própria forma fílmica que não toma os sentidos dos arquivos como dados, mas construídos pelos recursos expressivos do documentário. Partindo dos filmes em direção à teoria, aproximamos nossas análises as reflexões sobre a narrativa da história de Walter Benjamin, Theodor W. Adorno, Márcio Seligmann-Silva e Jeanne Marie Gagnebin, para pensar de que modo os documentários fazem uma elaboração do passado e uma recomposição da memória por meio da figura cinematográfica de nomeação.


Palavras-chave


Documentário; Fotografia; História; Memória.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor W. “The Meaning of Working Through the Past”. In: Critical Models: Interventions and Catchwords. New York: Columbia University Press, 2005, p. 89-103.

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas I: Mágia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1996.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Lembrar escrever esquecer. São Paulo: Editora 34, 2009.

GUNNING, Tom. O retrato do corpo humano: a fotografia, os detetives e os primórdios do cinema. In: CHARNEY, Leo; SCHWARTZ, Vanessa (orgs.). O cinema e a invenção da vida moderna. Tradução de Regina Thompson. São Paulo: Cosac & Naify, 2001, p. 39-80.

LEANDRO, Anita. “A história na primeira pessoa: em torno do método de Rithy Panh”. E-compós, Brasília, v.19, n.3, set./dez. 2016, s.p.

LEANDRO, Anita. “Uma arquivista no Camboja”. In: MAIA, Carla; FLORES, Luís Felipe. (orgs.). O cinema de Rithy Panh. Centro Cultural Banco do Brasil, 2013, p. 185-198.

LINDEPERG, Sylvie. Le singulier destin des images d’archives contribution pour un débat, si besoin une “querelle”. Disponível em: , acesso em jan/2018a. Acesso em 12 de junho de 2020.

LINDEPERG, Sylvie. Des lieux de mémoire portatifs. In: Critique, Paris, n°814, 2015/3, p. 202-214. Disponível em: , acesso em jan/2018b. Acesso em 13 de maio de 2020.

LINDEPERG, Sylvie. Imagens de arquivos: imbricamento de olhares. Entrevista com Sylvie Lindeperg. In: Catálogo do fórum.doc. Belo Horizonte, 2010, p. 318-345.

MONDZAIN, Marie-José. A imagem pode matar? Lisboa: Editora Nova Ltda, 1ª ed., 2009.

PANH, Rithy. Sou agrimensor de memórias. In: MAIA, Carla; FLORES, Luís Felipe. (orgs.). O cinema de Rithy Panh. Centro Cultural Banco do Brasil, 2013, p. 63-74.

ROLLET, Sylvie. “Devolver o olhar”. In: MAIA, Carla; FLORES, Luís Felipe. (orgs.). O cinema de Rithy Panh. Centro Cultural Banco do Brasil, 2013, p. 199-227.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. A atualidade de Walter Benjamin e Theodor W. Adorno. 2ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. A história como trauma. In: NESTROVSKI, Arthur; SELIGMANN-SILVA, Márcio (Orgs.). Catástrofe e representação: ensaios. São Paulo: Escuta, 2000, p. 73-98.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2021v15n28p78

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126