Retratos escolares: representações e artefatos da cultura escolar – Foto Bianchi, Ponta Grossa-PR (1936-1938)

Audrey Franciny Barbosa

Resumo


O presente artigo analisou de que forma o espaço e as relações escolares foram representadas nos retratos escolares produzidos pelo estúdio fotográfico Foto Bianchi (1913-2001), em Ponta Grossa-PR, durante sua primeira geração de fotógrafos – período correspondente aos anos entre 1913-1943. Para este momento, o que se propôs foi refletir de que forma os retratos escolares analisados pela pesquisa se apresentam enquanto artefatos da cultura material escolar, cujas representações fotográficas desempenharam funções simbólicas e materiais. Para isso, a análise se deteve nos retratos de normalistas produzidos pelo fotógrafo no espaço interno do estúdio entre os anos de 1936-1938, um pequeno corpo documental, composto por dez retratos, que suscitou a problemática acerca das poses, técnicas, usos, consumo e circulação desses retratos. Diante disso, o trabalho encontrou respaldo teórico nas discussões da História Cultural articulada à Cultura Visual e à História da Educação, uma vez que compreendeu os retratos fotográficos como representações e artefatos visuais que nos dão indícios sociais/culturais de seu contexto de produção e dos sentidos na escola no período. Por fim, a metodologia empregada consistiu na iconografia/iconologia revisada (KOSSOY 2009, 2014) em diálogo com as formas de expressão e conteúdo (MAUAD, 1996), tendo em mente as discussões acerca do circuito social da fotografia (MAUAD, 1996).


Palavras-chave


Cultura material escolar; Retratos escolares; Foto Bianchi

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, Jhenifer Batista. Acervo Foto Bianchi: o contexto de formação e sociabilidades (2001-2016). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em História) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2016.

ALVES, Claudia. Educação, Memória e Identidade: dimensões imateriais da cultura material escolar. Revista de História da Educação, Pelotas, v. 14, n. 30. p. 101-125, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/asphe/article/view/28914/0. Acesso em: 21 ago. 2019.

CAMERA, Patrícia. Curadoria do Fundo Foto Bianchi: cultura fotográfica em Ponta Grossa e região. Anais do Museu Paulista, São Paulo, v. 26, 2018, p. 1-33. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/anaismp/v26/1982-0267-anaismp-26-e31.pdf. Acesso em: 21 ago. 2019.

CASA DA MEMÓRIA PARANÁ. Foto Bianchi. Ponta Grossa: Fundação Municipal de Cultura, [1923-1948]. Consultas realizadas em 2019.

DROPPA, Marcia. O fotógrafo Luís Bianchi. Diário dos Campos, Ponta Grossa, 17 fev. 2002.

DUBOIS, Phillpe. O ato fotográfico. 8. ed. Campinas: Papirus, 2004.

FABRIS, Annateresa. Identidades virtuais: uma leitura do retrato fotográfico. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.

GRAEBIN, Cleusa Maria. Imagens de momentos festivos da Semana da Pátria no espaço escolar lassalista (Canoas, RS, 1940-1950): fragmentos de memória coletiva. In: MACHADO JUNIOR, Cláudio de Sá.; ROSSINI, Miriam S; SANTOS Nádia Maria W. (orgs.). Representações e visibilidades na história cultural: imagens, imaginários, memórias. Porto Alegre: EdiPucRS, 2015, p. 57-88.

KOSSOY, Boris. Fotografia & História. 3. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2009.

KOSSOY, Boris. Os tempos da fotografia: o efêmero e o perpétuo. São Paulo: Ateliê Editorial, 2014.

KOUTSOUKOS, Sandra Sofia Machado. O aprendizado da técnica fotográfica por meio dos periódicos e manuais: segunda metade do século XIX. Fênix: Revista de História e Estudos Culturais, Recife, v. 5, n. 3, jul./set. 2008, p. 1-18. Disponível em: http://www.revistafenix.pro.br/PDF16/ARTIGO_03_SANDRA_SOFIA_MACHADO_KOUTSOUKOS_FENIX_JUL_AGO_SET_2008.pdf. Aceso em: 22 set. 2018.

LE GOFF, Jacques. História e memória. 4. ed. Campinas: Unicamp, 1996.

LIMA, Ederson. História, memória e educação no olhar photographico de Guilherme Glück (Lapa/PR, 1920-1953). 2015. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

LUPORINI, Tereza Jussara. De escola normal a instituto de educação: a trajetória de uma escola. Ponta Grossa: Imprensa Universitária/UEPG, 1994.

MAUAD, Ana Maria. Através da imagem: fotografia e história interfaces. Tempo, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, 1996, p. 73-98.

MENESES, Ulpiano T. B. Fontes visuais, cultura visual, história visual, balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 23, n. 45, 2003, p. 11-36.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra. História e imagem: iconografia/iconologia e além. In: CARDOSO, Ciro F; VAINFAS, Ronaldo (orgs.). Novos domínios da história. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. p. 242-262.

NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. A primeira escola de professores dos Campos Gerais – PR. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2008.

PADILHA, Lucia Mara de Lima. A (in)existência de um projeto educacional para os negros quilombolas no Paraná: do império a república. 2016. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2016.

PAULILO, André Luiz; VIDAL, Diana Gonçalves; GONÇALVES, Irlen Antônio; FARIA FILHO, Luciano Mendes. A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação brasileira. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n.1, jan./abr. 2004, p. 139-159. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v30n1/a08v30n1.pdf. Acesso em: 21 ago. 2019.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & história cultural. 3. ed. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2007.

ROUILLÉ, Andre. Fotografia: entre documento e arte contemporânea. São Paulo: SENAC, 2009.

SANTOS, Franciele Lunelli. Arranjos fotográficos, arranjos familiares: representações sociais em retratos de família do Foto Bianchi. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2009.

SIRINELLI, Jean-François. A geração. In: AMADO, Janaina; FERREIRA, Marieta de Moraes (org.). Usos e abusos da história oral. 8. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006, p. 131-137.

SONTAG, Susan. Sobre fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

SOULAGES, François. A fotograficidade. Revista Porto Arte, Porto Alegre, v. 13, n. 22, maio 2005, p. 17-36. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/PortoArte/article/view/27900/16507. Acesso em: 21 ago. 2019.

SOUZA, Rosa Fátima. A militarização da infância: expressões do nacionalismo na cultura brasileira. Cadernos Cedes, Campinas, v. 20, n. 52, nov. 2001, p. 105-121. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0101-32622000000300008&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 21 ago. 2019.

STANCIK, Marco Antonio. A arte de fotografar em Curitiba no século XIX: dos profissionais itinerantes aos primeiros estúdios. História, Assis, v. 38, 2019. No prelo.

STANCIK, Marco Antonio. De corpo quase inteiro: retratos fotográficos e representação feminina no Brasil (1890-1910). Iberoamericana, Madrid, v. 11, n. 44, 2011, p. 7-24.

VEIGA, A. Manual prático de photographia. 6. ed. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1925.

VIDAL, Diana Gonçalvez; ABDALA, Rachel Duarte. A fotografia como fonte para a história da educação: questões teórico-metodológicas. Educação, Santa Maria, v. 30, n. 2, 2005, p. 177-194. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/3745/2149. Acesso em: 10 fev. 2021.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-9126.2021v15n28p94

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Domínios da Imagem
Telefone: 55 (43)3328-4589 
E-mail: dominiosdaimagem2@gmail.com
E-ISSN: 2237-9126